16 fevereiro, 2015

Bloco do “Nem Que a Vaca Tussa” manda recado a Dilma em Salvador

Acompanhe a cobertura do 
Carnaval 2015 pelo país
Perfil completo

Foi usando o bordão “nem que a vaca tussa” – um dos motes de campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) – que um grupo de sindicalistas protestou contra a redução de direitos trabalhistas no Carnaval de Salvador.

Capitaneado pela CTB, central sindical ligada ao PCdoB, o grupo integrou o bloco Mudança do Garcia, tradicional bloco de protesto do Carnaval de Salvador.

Em cartazes, o grupo protestou contra as medidas econômicas implementadas pelo governo federal e afirmou que não aceitaria cortes em direitos trabalhistas “nem que a vaca tussa”.

“É o nosso recado à presidente. O trabalhador não vai pagar a conta de um governo de inflação galopante e que perdeu o controle da economia”, disse o sindicalista Paulo Vaz, 51, dirigente da CTB.


Comerciante Itamar carneiro em protesto solitário

“PETISTAS” E “DIREITISTAS”

Democrático, o bloco mudança do Garcia abriu espaço para protestos de toda ordem, dando espaço para “patriotas direitistas”, militantes do PT na Bahia ou foliões sem militância que foram para rua só se divertir.

Um grupo de petistas, capitaneado pela deputada estadual Luiza Maia (PT), levou para a avenida um protesto “antibaixaria”, contrário a letras de músicas que incitam a violência e ofendem as mulheres.

Já o comerciante Itamar Carneiro, 52, fez um protesto solitário em favor do patriotismo e contra a corrupção.

Mandou fazer uma camisa com as figuras do juiz Sérgio Moro e do procurador Rodrigo Janot, que atuam na operação Lava jato, além do ministro do STF Gilmar Mendes e do ex-ministro Joaquim Barbosa.

“São figuras que são um exemplo de patriotismo que falta ao Brasil. Os brasileiros estão anestesiados há duas décadas”, diz.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI