14 março, 2015

Folha testemunha distribuição de dinheiro em ato no Rio


Protestos de março de 2015






Um grupo de militantes ligados ao Sindipetro NF (Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense) que participou, na tarde desta sexta-feira (13), do ato em defesa da Petrobras no Rio, foi visto recebendo notas de R$ 50 de um homem que vestia uma camisa laranja com o logotipo do sindicato. 

A Folha capturou em vídeo e em foto o momento em que um homem distribuía notas de R$ 50 a um grupo de mulheres de meia idade, também vestidas com a camisa laranja do sindicato. As mulheres– a maioria aparentando ter idades entre 50 a 60 anos– não tinham o porte físico comum aos operários do setor de petróleo que trabalham embarcados nas plataformas, como montadores de andaimes e soldadores, representados pelo sindicato. 

Antes da cena flagrada em vídeo, a reportagem abordou outro homem que também distribuía dinheiro, mas de forma mais discreta– ele levava um maço de notas amassado na mão. As mulheres recebiam e ou amassavam o dinheiro na mão, como forma de escondê-lo, ou colocavam as notas rapidamente na bolsa ou dentro da blusa. Após alguns minutos, a reportagem se aproximou do grupo, mas as pessoas não quiseram falar e se afastaram. 

Um jovem que vestia a mesma camisa laranja contou à Folha que recebeu R$ 50 para participar da manifestação. Matheus Silva, 18, disse, porém, que o dinheiro era para a alimentação, embora o sindicato estivesse distribuindo quentinhas para "o pessoal dos ônibus" ao lado da Câmara dos Vereadores. 

Silva disse ser morador da cidade de Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, a 279 km da capital. Ele contou que está desempregado e que foi chamado para o protesto em sua cidade. O ônibus que ele estava tinha 47 pessoas. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI