18 março, 2015

Cid Gomes se antecipou e pediu demissão do Ministério da Educação


Pedro Ladeira/Folhapress
Cid Gomes deixa a Comissão Geral da Câmara dos Deputados
Cid Gomes deixa a Comissão Geral da Câmara dos Deputados

 O ministro Cid Gomes (Educação) pediu demissão à presidente Dilma Rousseff na tarde desta quarta-feira (18). A decisão foi tomada minutos depois de o titular da pasta deixar o Congresso, onde foi convocado a prestar esclarecimentos. 



Assim que deixou a Câmara, o ministro foi chamado para ter uma conversa com a presidente Dilma. Segundo a Folha apurou, caso ele não tivesse tomado a iniciativa, Dilma teria demitido o político. 


Na visão da presidente, a manutenção de Gomes à frente da pasta ficou insustentável após sessão da Câmara dos Deputados em que o ministro manteve, diante da Câmara dos Deputados, a declaração de que a Casa tem ampla maioria de achacadores. 


"Comunico à Casa o comunicado que recebi do chefe da Casa Civil comunicando a demissão do ministro da Educação, Cid Gomes", disse Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Segundo a Folha apurou, Cid Gomes disse à presidente que não tinha mais condições de ficar à frente da pasta devido ao embate com os parlamentares. 

A sessão da tarde hoje, na verdade, contribuiu para aumentar as desavenças entre Legislativo e o Executivo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI