24 março, 2015

Manifestantes vão ao Congresso contra financiamento privado de campanhas

Congresso Nacional

Resultado de imagem para Ato em frente ao Congresso Nacional com 200 sacos que representam dinheiro cobra reforma política


Representantes de entidades da sociedade civil instalaram nesta terça-feira (24) 200 sacos simbolizando dinheiro no gramado em frente ao Congresso Nacional. 

O protesto é contra o financiamento privado de campanhas, que está em discussão por deputados na proposta de reforma política. A medida é considerada a principal polêmica do debate, colocando em lados opostos PT e PMDB, os dois maiores partidos do Congresso. 

Segundo o integrante da Comissão para Reforma Política da CNBB, Marcello Lavenère, a ideia é mostrar para os congressistas a importância de banir o financiamento privado de campanhas. 

"Nós estamos com 200 sacos simbolizando dinheiro numa manifestação contra essas propostas que constitucionalizam, que põem pessoas jurídicas, empreiteiras, financiando as eleições com consequências nefastas", disse. 

O financiamento das eleições divide até mesmo o PMDB, partido do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (RJ), e que tem garantido que dará prioridade ao texto. 

A maior parte dos peemedebistas que respondeu a uma sondagem interna declarou que prefere que as doações a candidatos sejam restritas a pessoas físicas ou que seja exclusivamente público. Mas a cúpula do PMDB, Cunha incluído, é a favor de que as empresas, hoje as maiores financiadoras das disputas eleitorais, continuem podendo fazer doações. 

O STF (Supremo Tribunal Federal) caminha para proibir essa possibilidade, mas a Câmara pretende aprovar mudança na Constituição para incluir a doação de empresas antes que o tribunal conclua o julgamento.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI