13 março, 2015

Em Fortaleza, petroleiros pedem "punição exemplar a todos os corruptos"


CUT, MST e UNE realizam manifestações em defesa da Petrobras


Após depor em CPI, Gabrielli participa de ato em frente à Petrobras em Salvador

O ex-presidente da Petrobras Sérgio Gabrielli participou nesta sexta-feira de um protesto em frente ao prédio da empresa em Salvador (BA). Gabrielli, que prestou depoimento ontem durante a CPI da Petrobras, negou que exista um esquema de corrupção dentro da estatal. "Se há casos de pessoas envolvidas em corrupção dentro da Petrobras, elas precisam ser punidas", afirmou. A manifestação conta com a participação de integrantes dos sindicatos dos Trabalhadores em Educação da Bahia (APLB) e dos Trabalhadores na Indústria da Construção e da Madeira (Sintracom-BA) e do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), além de representantes dos rodoviários, frentistas e outras categorias profissionais, e faz parte da série de atos organizados pela CUT (Central Única de Trabalhadores) em defesa da empresa. Cerca de 800 pessoas, segundo a PM, participam do ato.

Manifestantes aguardam início de ato da CUT, em MG

Cerca de 300 pessoas seguem concentradas em frente à entrada da refinaria Gabriel Passos, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Eles aguardam o início do ato convocado pela CUT (Central Única de Trabalhadores), marcado para as 16h, na praça Afonso Arinos. Segundo a FUP (Federação Única dos Petroleiros), cerca de mil pessoas participam do protesto. Mais cedo, os ativistas bloquearam a rodovia Fernão Dias na altura do km 479 no sentido São Paulo, gerando lentidão de 3 quilômetros. A via já foi liberada por volta das 7h.

Manifestantes deixam porta da Regap, em Betim (MG)

Terminou por volta das 9h30 a manifestação que se concentrava em frente a Regap (Refinaria Gabriel Passos), em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), os manifestantes saíram da porta da refinaria e o tráfego na BR-381, mais conhecida nesse trecho como Fernão Dias, flui normalmente. Leia Mais

Em Fortaleza, 

petroleiros pedem "punição exemplar a todos os corruptos"

Em Fortaleza, os petroleiros divulgam uma carta aberta ao público em que "exigem uma punição totalmente exemplar a todos os corruptos". "Não deve haver perdão de forma alguma, para quem quer seja, para qualquer partido que seja. Os valores roubados devem ser devolvidos e os corruptos severamente punidos. Porém, nosso intuito, enquanto trabalhadores, é o de preservar e fortalecer um patrimônio que pertence ao povo brasileiro: a nossa Petrobras." Os trabalhadores da empresa criticam também a terceirização e os ataques que enfraquecem a empresa. Segundo a Polícia Militar, cerca de 400 militantes da CUT (Central Única de Trabalhadores) estão reunidos desde o início da manhã na Praça da Imprensa, no bairro Dionísio Torres.

Manifestantes protestam em frente à maior refinaria da Petrobras, em Paulínia (SP)

Um grupo de cerca de 500 pessoas, segundo a rádio CBN, protesta em frente à Replan (Refinaria de Paulínia), na região metropolitana de Campinas (SP), na manhã desta sexta-feira (13). O protesto, que atrasou em duas horas a entrada do trabalhadores na refinaria, que trabalha de forma ininterrupta e inicia o novo turno às 7h30, foi organizado pela Sindicato dos Petroleiros Unificados e une-se a outros atos pelo país realizados nesta sexta-feira (13) que tem como mote a defesa da Petrobras. A unidade é a maior em quantidade de refino de petróleo da Petrobras. Em seguida, os manifestantes devem ir para São Paulo para participar do ato organizado pela CUT (Central Única de Trabalhadores) na avenida Paulista, marcado para as 15h. 

São Luís tem panfletagem

Em São Luís, na praça Deodoro, cerca de 20 pessoas realizam uma panfletagem, convocando manifestantes para o ato que será realizado às 15h, que consistirá em uma passeata com saída da praça João Lisboa.

Cerca de 300 pessoas protestam no Recife

No Recife, cerca de 300 pessoas, segundo a Polícia Militar, protestam em frente à Câmara de Vereadores, no parque 13 de Maio, no bairro de Santo Amaro, na região central da cidade

Mil pessoas já protestam em MG; Fernão Dias foi fechada

Em Belo Horizonte, a manifestação convocada pela CUT (Central Única dos Trabalhadores), MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) e UNE (União Nacional dos Estudantes), chamada de "Dia Nacional de Luta", está marcada para as 16h, na praça Afonso Arinos. Na manhã desta sexta-feira (13), porém, manifestantes da Federação Única dos Petroleiros (FUP) e da CUT realizam um protesto em frente à refinaria Gabriel Passos, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a FUP, cerca de mil pessoas participam do ato. Mais cedo, os ativistas bloquearam a rodovia Fernão Dias na altura do km 479 no sentido São Paulo, gerando lentidão de 3 quilômetros. A via já foi liberada por volta das 7h. Leia Mais

Ontem, mais de 50 entidades protestaram em Porto Alegre

Sindicatos, entidades e movimentos sociais protestaram em Porto Alegre (RS) em diferentes pontos da cidade nesta quinta-feira (12). Os protestos, que reuniram mais de 50 organizações, tinham diferentes objetivos. A maioria defendeu a Petrobras, mas fez críticas à política econômica do governo Dilma. Todos, porém, são contra a proposta de impeachment da presidente. Leia Mais

Líder do MST diz que ato não fará defesa da presidente

Não será em defesa de Dilma Rousseff que o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) promete colocar seu exército nas ruas nesta sexta-feira (13), ao lado de movimentos como a CUT. Em vídeo divulgado nesta quinta (12), o líder do MST João Pedro Stédile disse que o governo precisa abandonar a atual política econômica. Leia Mais

UOL


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI