22 janeiro, 2015

Desgastado pela Lava Jato, Vaccari é exonerado do Conselho de Itaipu

O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, foi exonerado do Conselho de Itaipu Binacional. A cadeira do dirigente petista será ocupada por Giles Azevedo, ex-chefe de gabinete da Presidência da República. 

A saída de Vaccari e a nomeação de Giles foram publicadas no "Diário Oficial" da União desta quinta-feira (22). Os despachos são assinados pela presidente Dilma Rousseff e pelo ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga. 

Embora a saída do tesoureiro tenha ocorrido "a pedido" do próprio, conforme diz o ato do D.O., o afastamento já era um desejo do Palácio do Planalto desde o final do ano passado. 

Durante a campanha eleitoral, o nome de Vaccari foi citado na Operação Lava Jato. Tanto Alberto Youssef quanto o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa (Abastecimento) o acusaram de intermediar negócios entre fundos de pensão de estatais e empresas ligadas ao doleiro. 

Pressionado, no final de dezembro, o tesoureiro anunciou em uma reunião do conselho que iria entregar o posto. O movimento, porém, só foi oficializado agora. 

Giles ficará até maio do ano que vem no colegiado binacional, formado por representantes brasileiros e paraguaios. Cada um deles recebe R$ 21 mil por mês para comparecer a seis reuniões por ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI