11 fevereiro, 2015

Oposição acusa Renan de 'lotear' vagas para evitar processo

O embate entre a oposição e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), com direito a gritos e trocas de ofensas, deixou sequelas na relação entre o peemedebista e líderes do PSDB e DEM. 

Senadores oposicionistas acusam Renan de ter "loteado" os principais cargos de comando da Casa entre os seus aliados de olho em apoio futuro diante da possibilidade de ser citado na Operação Lava Jato. 

Renan estaria entre os políticos citados no esquema de corrupção da Petrobras, o que poderia lhe render processos por quebra de decoro parlamentar no Senado. 

Segundo membros da oposição, ao distribuir os cargos da Mesa Diretora a um grupo de partidos, o peemedebista mira apoio contra eventuais ações dentro do Congresso. 

"O Renan está preparando a trincheira para a guerra. Está arregimentando a sua base de apoio para os confrontos futuros. O que ele fez foi um movimento de defesa", disse o líder do PSDB, senador Cássio Cunha Lima (PB). 

Além do PT e PMDB, o PP, PTB, PDT e o PSD conquistaram os principais cargos de comando do Senado. Pela tradição da Casa, as vagas são distribuídas de acordo com o tamanho das bancadas dos partidos, mas a chapa construída pelo grupo de Renan deixou de fora o PSDB e o PSB –que teriam direito a duas secretarias da Mesa. 

Os oposicionistas afirmam que, com a distribuição dos cargos, Renan conquistou o apoio garantido de 49 senadores às suas ações –oito a mais que a metade dos membros da casa. O número seria suficiente para lhe absolver em um eventual pedido de cassação do seu mandato. 

Apesar do clima de guerra, a oposição não está disposta a abrir mão de presidir pelo menos uma das comissões permanentes do Senado, que tradicionalmente são divididas pelos tamanhos dos partidos. 

O racha ganhou força na noite de quarta (4), quando Renan e o presidente do PSDB, Aécio Neves (PSDB-MG), discutiram de forma áspera no plenário do Senado. 

O tucano disse que Renan perdeu a "legitimidade", enquanto Renan acusou Aécio de ser "estrela" após a derrota nas eleições presidenciais.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI