04 fevereiro, 2015

Em sessão tensa, Renan Calheiros e Aécio Neves batem boca no Senado


Congresso Nacional


Alan Marques/Folhapress
Com dedos em riste, Aécio Neves (PSDB-MG) e Renan Calheiros (PMDB-AL) discutem no Senado

Numa sessão tensa para tratar da eleição de cargos no comando do Senado, o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o senador Aécio Neves (PSDB-MG) bateram boca nesta quarta-feira (4), com direito a troca de dedo em riste e berros no plenário da Casa. 

Irritado com a manobra de Renan para excluir dos postos o PSDB e o PSB, que fizeram oposição a sua reeleição, Aécio acusou Renan de "apequenar" o Senado. A estratégia do peemedebista, numa costura com o PT, deve aprovar na noite desta quarta apenas aliados para os cargos. 

A movimentação de Renan provocou reações na oposição, que anunciou a saída do plenário e retirada de suas candidaturas. 

Após as negativas de Renan aos apelos dos oposicionistas para reavaliar a situação, no microfone, Aécio cobrou o peemedebista. 

"Vossa excelência será o presidente dos ilustres senadores que o apoiaram, mas Vossa Excelência perde a legitimidade de ser presidente da oposição. Vossa Excelência apequena essa Presidência", disparou o tucano. 

Renan respondeu lembrando que Aécio foi derrotado na disputa pela presidência em 2014 e o acusou de ser estrela. "É bom que Vossa Excelência esteja dizendo disso! Foi candidato à Presidência! Por isso deu no que deu", provocou o peemedebista. 

O tucano retrucou e indiretamente lembrou que o colega foi alvo das manifestações de rua de junho de 2013. "Perdi de cabeça erguida. Olho nos olhos do cidadão, eu falo com a população brasileira. Vossa excelência perdeu a dignidade desse cargo", soltou. 

O embate foi encerrado com Renan cobrando respeito. "Tenha dimensão da democracia".


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI