27 novembro, 2015

Colocando ADAÍ ROSEMBAK, o mensageiro da AAFBB, em seu devido lugar

Caros colegas,

Sinto-me muito confortável dentro dos recintos dos meus blogs Jornal Asas e Olhar de Coruja para exercer minha funções jornalísticas sem ter que pedir licença a ninguém.

Quando cobro posturas das associações, o faço exercendo os meus direitos de associada, como foi o caso, mais recentemente,
da AAFBB, inclusive citando nominalmente sua presidente, Célia Laríchia. Ainda que a própria presidente tivesse se manifestasse sobre as graves denúncias naquela nossa associação e não mandado um Zé das Couves qualquer representá-la.

Que eu me lembre, não citei o nome de Adaí Rosembak, posto que ele não administra um centavo das minhas mensalidades nas associações das quais sou sócia. Portanto, não lhe cabe o direito de se intrometer em  assuntos meus, nos meus blogs.

Para colocar de vez o Sr. Adaí Rosembak em seu devido lugar, posto aqui um comentário que a colega Isa Musa de Noronha deixou no blog dele e que ele não publicou. Certamente para não denunciar a si mesmo sobre suas lorotas em busca de PALCO para seu blog bajulador.  
  
Comentário da Isa para Adaí:
Prezado Adai,



Lamento que as desavenças cheguem até esse ponto de acusações irresponsáveis e a propagação de inverdades que ferem a honra de colegas.



A FAABB conta com a colaboração espontânea da colega Leopoldina Corrêa na feitura e divulgação de nossas reuniões em vídeos, as participações minhas e de Ruy Brito em Audiências Públicas no Senado Federal, as entrevistas com autoridades do Governo, como o Dr Jaime Marins (Minist da Previdência), Dr, José Maria Rabelo (PREVIC), dirigentes de PREVI e CASSI. Tal divulgação permite alcançar um maior número de colegas em todo país, razão pela qual eu pessoalmente sou grata e considero que e toda a comunidade BB muito lhe deve.



Posso lhe assegurar que a competência técnica e o apreço que a Leopoldina tem pelas nossas muitas vezes inglórias lutas contra os desmandos quanto a PREVI e a CASSI, sempre foram isentos de qualquer remuneração e isso dignifica seu trabalho.



A FAABB registra em seu Estatuto que os serviços prestados à Federação são voluntários, ninguém recebe nenhuma remuneração a qualquer título, a saber “Art. 39 – O exercício de funções na FAABB será sem remuneração de qualquer espécie e, em hipótese alguma, poderá ser confundido com contrato de trabalho nem pleiteado vínculo empregatício.”



Eu lhe asseguro que todo trabalho de qualquer dirigente da FAABB é voluntário, assim como também é voluntária a colaboração que a Leopoldina empresta à Federação.



Permita que eu registre aqui, uma antiga fábula: Conta-se que, num tempo e lugar distantes daqui,  um jovem pecou levantando falso testemunho. Ele inventou uma história repleta de mentiras inverdades sobre uma pessoa inocente. A fofoca se espalhou rapidamente e começou a prejudicar a vítima. Não existe mentira mais perversa do que aquela que difama. Ao ver os danos causados o jovem se arrependeu de seu pecado e procurou um velho sacerdote para fazer confissão. O sábio o atendeu calmamente, ouvindo cada uma de suas palavras. Ao final disse: – “Vocês está realmente arrependido deste pecado?” O jovem rapidamente respondeu que sim e que inclusive já havia pedido perdão à pessoa que injustamente havia acusado. – “Bem…” respondeu o confessor, “então antes de lhe dar a absolvição vou pedir que cumpra uma penitência. Você vai pegar um travesseiro de penas, subir em um alto monte e soltar todas as penas ao vento.” – “Só isso?” admirou-se o penitente. – “Sim. Depois volte aqui”. No dia seguinte o jovem voltou satisfeito. Então o sacerdote disse: – “Agora você está preparado para cumprir a segunda parte da penitência: volte à planície e recolha todas as penas novamente no travesseiro, depois volte para receber a absolvição”. O jovem olhou sem entender: -“Mas isso é impossível”. -“Justamente. Da mesma forma é impossível reparar a fofoca. Apenas porque a misericórdia de Deus é infinita, você poderá receber o perdão. Mas o mal que você provocou ficará pairando sempre, como penas ao vento. Pense bem antes de falar novamente algo contra alguém!”.



É isso, Adai.  
Isa Musa de Noronha

Um comentário:

  1. Por curiosidade fui até o blog de Adaí para ver o que a Leopoldina tinha feito de tão ruim ao tal "articulista".

    Não tenho porque não elogiar a Coruja, a única que não modera os comentários do seu blog e que tem mais coragem do que muito macho, talvez por isso, incomode tanto.

    Já o "articulista", é tão "corajoso" apagou TODOS o comentários que pudesse lhe comprometer após o comentário da Isa.

    É isso aí, Adaí

    ResponderExcluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI