08 janeiro, 2016

Presidente da CPI dos Fundos de Pensão determina “pente-fino” na relação da Invepar/OAS com Previ, Funcef e Petros

https://twitter.com/LeopoldinaContaTwitter

efraim

O presidente da CPI dos Fundos de Pensão, deputado Efraim Filho (PB), determinou que a equipe de consultoria e investigação da comissão faça um “pente- fino” na relação da Invepar/OAS com o Previ (Banco do Brasil), Funcef (Caixa Econômica Federal) e Petros (Petrobras). “São mais de R$ 3 bilhões investidos e as últimas notícias reforçam a suspeita de tráfico de influência e de direcionamento dos negócios para interesses político-partidários” afirmou.


Diante da gravidade da situação financeira dos fundos, cujo rombo tem crescido nos anos da gestão petista, o deputado Efraim Filho determinou que a equipe mantivesse os trabalhos de investigação, mesmo durante o período do recesso parlamentar. “Os aposentados e pensionistas pouparam durante uma vida inteira de trabalho e, quando precisam de dinheiro para ter dias tranquilos, percebem que os recursos foram desviados. Quem está nesta situação não pode esperar”, afirmou.


Para ele, o cerco está se fechando em torno das suspeitas de desvios e de aparelhamento político nas operações envolvendo os fundos de pensão, processo que tem sido impulsionado pelo trabalho da CPI e também pelas investigações conduzidas no âmbito da Operação Lava Jato.


“Desde a instalação da comissão, no segundo semestre de 2015, suspeitávamos que o esquema do Petrolão poderia estar se reproduzindo nas operações envolvendo os fundos de pensão, e as suspeitas têm ficado cada vez mais evidentes”, afirmou o parlamentar.


Após o retorno dos trabalhos, já está definida a presença do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, na comissão para que ele explique os indícios de tráfico de influência entre ele, o ministroJaques Wagner (Casa Civil) e o diretor da Funcef, Carlos Borges, para aporte de recursos junto a OAS. Borges já foi ouvido pelos integrantes da CPI, mas terá de voltar à Câmara.


http://deputados.democratas.org.br/presidente-da-cpi-dos-fundos-de-pensao-determina-pente-fino-na-relacao-da-inveparoas-com-previ-funcef-e-petros/


2 comentários:

  1. Ufa !!! Até que enfim chegaram lá.
    Pente fino na Invepar. Comecem pelo GRU. Foi muito ágio. Quanto cada um dos sócios desembolsou ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só mesmo de modo anônimo um idiota faz um comentário desses. Por enquanto, nenhum petista está desempregado, quero ver quando todos levarem um belo pé na bunda!

      Excluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI