20 janeiro, 2016

CARTA ABERTA AOS DIRIGENTES E ASSOCIADOS DA ANABB

Caros colegas associados da ANABB, não vamos nos iludir com a súbita "bondade" do BB que, repentinamente, depois de tantos nãos, resolveu dar uma de bom samaritano. Atentem para o fato de que há pela frente duas eleições CASSI e PREVI e, certamente, com toda essa afabilidade quer que seus candidatos (CONTRAF-CUT) nas duas eleições mencionadas sejam eleitos. Leiam com bastante atenção o manifesto dos valmistas e mais cuidadosamente: a resposta dos petistas, "A Diretoria Executiva, que ora encerra seu mandato, acredita..." pois bem, essa "Diretoria Executiva" não encerra seu mandato coisa nenhuma, simplesmente rodiziaram as cadeiras, ainda bem que com apenas 25% de força.


Brasília, (DF), 12 de janeiro de 2016.

Senhor Presidente da ANABB, Sérgio Riede, demais Diretores, Conselheiros Deliberativos e Fiscais, DIREGS da ANABB e associados,

Foi com surpresa e indignação que os Conselheiros Deliberativos e Fiscais abaixo assinados tomaram conhecimento, por meio das redes sociais, de uma proposta de aumento da contribuição dos Associados para a CASSI, identificada como proposta institucional da ANABB.

Se verdadeira, tal atitude da Diretoria da Entidade, além de antiética é também irregular, pois tal proposta não foi submetida ao órgão máximo da ANABB, que é o Conselho Deliberativo. A Diretoria Executiva da ANABB nunca apresentou ao Conselho da Entidade nenhuma proposta para solucionar os problemas financeiros da CASSI.

Causou ainda estranheza que essa proposta, divulgada como sendo da ANABB, versa prioritariamente sobre o aumento de contribuições, sem que a ANABB tenha tido o cuidado e a responsabilidade de submeter os números a uma assessoria técnica atuarial, para prévia comprovação de que essa seria a melhor alternativa para os Associados e o remédio mais eficaz e justo para resolver o problema financeiro da CASSI. Salta aos olhos que a dita proposta não contempla aspectos da gestão, na busca de eficiência administrativa, com possíveis melhorias de controle e redução de despesas.

Consideramos essa atitude como sendo mais uma arbitrariedade da Diretoria da ANABB, que desrespeita o Estatuto da entidade e ignora as boas práticas de governança corporativa. O mais preocupante é que, se aprovada tal proposta sem as devidas comprovações e sem qualquer embasamento técnico, poderá gerar consequências que não atingirão apenas os Conselheiros e os Associados da ANABB, mas todos os Associados da CASSI que terão acreditado numa pretensa solução que não tem fundamentação técnica e não teve os devidos trâmites regulares sob o ponto de vista da governança.

Gostaríamos de lembrar que dentre os membros do Conselho Deliberativo da ANABB existem pessoas de comprovada experiência na CASSI - ex-Diretores e ex-Conselheiros Deliberativos e Fiscais - que em nenhum momento foram chamados a participar da discussão, Por outro lado, foram incluídas pessoas sem qualquer experiência no assunto, além de serem portadoras de possíveis interesses eleitoreiros e muita afinidade com o grupo político que ocupa a Direção da CASSI.

Assim, pedimos que seja retirada tal proposta e que, inclusive, seja esclarecido publicamente que a ANABB não aprovou institucionalmente qualquer proposta de aumento de contribuição para a CASSI. Solicitamos ainda, que o assunto seja submetido ao Conselho Deliberativo com todos os estudos, análises e dados técnicos que embasaram a proposta, para que este seja apreciado de forma legal e regulamentar pelo órgão máximo da ANABB, que é o Conselho Deliberativo, conforme determina o Artigo 23, de seu Estatuto.

Atenciosamente,
 
Ana Landin - Conselheira Deliberativa da ANABB.
Antônio Carvalho - Conselheiro Deliberativo da ANABB.
Augusto Carvalho - Conselheiro Deliberativo da ANABB.
Cecília Garcez - Conselheira Deliberativa da ANABB.
Cláudio Zucco - Conselheiro Deliberativo eleito da ANABB - posse 15.01.2016..
Denise Vianna - Conselheira Deliberativa da ANABB.
Emílio Rodrigues - Conselheiro Deliberativo da ANABB.
Graça Machado - Conselheira Deliberativa da ANABB.
Iris Carvalho - Conselheira Deliberativa da ANABB.
Irmar Fonseca - Conselheira Deliberativa da ANABB.
Maria do Céu - Conselheira Deliberativa da ANABB.
Nilton Brunelli - Conselheiro Deliberativo da ANABB.
Tereza Godoy - Conselheiro Deliberativo da ANABB.
William Bento - Conselheiro Deliberativo da ANABB.

Anaya Carvalho - Conselheira Fiscal da ANABB.
Williams Silva - Conselheiro Fiscal eleito da ANABB - posse 15.01.2016.
Verdi Bezerra - Conselheiro Fiscal eleito da ANABB - posse 15.01.2016.



Resposta da ANABB ao manifesto valmista.
 
Diretoria da ANABB comenta manifestação do grupo “Plural e Independente” sobre negociações da Cassi

Alguns candidatos do grupo “Plural e Independente” que disputaram as eleições para os conselhos deliberativo e fiscal da ANABB, alguns já empossados e outros eleitos e ainda não empossados, divulgaram, no dia 12/1/2016, nota da internet, direcionada ao atual presidente da ANABB, Sr. Sergio Riede, e outros, com sua manifestação sobre a proposta disponibilizada para debate pela ANABB, AAFBB e FAABB.

Em respeito a seus associados e a todos os integrantes dos órgãos de governança da ANABB, a Diretoria Executiva sente-se no dever de esclarecer que entende ser legítima a discordância do grupo que, assim como a Contraf, diverge do aumento de contribuições previsto na proposta divulgada para debate entre os associados da ANABB, da AAFBB, da FAABB e demais funcionários do Banco do Brasil da ativa e os aposentados. 


Como já manifestado anteriormente, as discordâncias tanto da Contraf quanto desses colegas, são fundamentais para que se chegue a uma proposta que atenda à preocupação de todos os funcionários do BB no sentido de garantir a atenção integral à saúde de todos, com uma CASSI sustentável por longo prazo.

No que se refere aos questionamentos sobre a divulgação do texto para debate entre os funcionários, entende a Diretoria Executiva da ANABB se tratar de crítica inconsistente, uma vez que é papel de todo dirigente que pretende REPRESENTAR um conjunto de funcionários do BB associados à sua entidade, colocar os temas e propostas em debate para conhecimento de todos.

A ANABB não está apresentando qualquer proposta institucional para acordo com o BB, principalmente porque, neste caso, ninguém firmará qualquer acordo. 

Ao final dos debates, uma proposta, que tenha a chancela da Comissão Nacional de Negociação e do BB, ainda terá que ser aprovada pelo Conselho Deliberativo da Cassi que, por sua vez, submeterá a proposta de nova redação estatutária à consulta plebiscitária. 

Nesse plebiscito, todos os funcionários da ativa e aposentados – e não somente dirigentes de algumas entidades – poderão se manifestar livremente sobre sua aprovação ou não.

Conforme expresso na divulgação da proposta para todas as entidades representativas de funcionários do BB – sindicais e não sindicais – além de para todos os funcionários não filiados a qualquer entidade, ela não foi nem será encaminhada ao Banco do Brasil, sem a concordância da Comissão. 

Diante do esgotamento das reservas livres da Cassi, da necessidade do reequilíbrio de suas contas e do risco de eventual intervenção, o compromisso da ANABB, da FAABB, da AAFBB e das demais entidades que compõem a Comissão Nacional de Negociação é debater essa e outras propostas, com os funcionários, para que, o mais rápido possível, a Comissão possa formalizar proposta unitária ao Banco do Brasil.


Por fim, vale ressaltar que os signatários da carta aberta poderiam e podem apresentar sugestões, a qualquer tempo – coisa que ainda não fizeram – em função da enorme experiência que diversos deles adquiriram, inclusive durante seu período na gestão da Cassi. A proposta apresentada está e sempre esteve aberta a críticas e sugestões construtivas. 

A Diretoria Executiva, que ora encerra seu mandato, acredita que a solução para os graves problemas da Cassi passa pela busca de uma relação de respeito entre todas as pessoas que participam do processo.

Brasília (DF), 14 de janeiro de 2016
Diretoria Executiva da ANABB




Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI