29 maio, 2014

Porque os aposentados continuam não votando?

Meus Caros Colegas,

Eu tenho lido alguns comentários de colegas sobre a grande ausência, o que é uma realidade, embora uma constante, de parte dos aposentados às eleições da Cassi e da Previ, classificada, no geral, como omissão, conformismo, indiferença, desinteresse, insensibilidade, inércia, desconhecimento, entre outros conceitos e definições, porém, embora todas estas condicionantes citadas sejam partes integrantes do fato, elas não representam e nem traduzem, tenham absoluta certeza, os principais motivos, quais sejam, entre outros, o descrédito, a indignação e até mesmo revolta.

Esta constatação foi fruto de vários contatos com colegas, em diversos momentos, objetivando, exclusivamente, convencer aqueles ainda resistentes a voltarem a exercer o direito de escolher os seus candidatos para dirigir os destinos de nossas Instituições.

Consegui alguns, é fato, mas, confesso-lhes, lamentavelmente muitos faltam conscientemente. Vejam, a seguir, o que ouvi de grande parte dos colegas contatados:"Estão levando a política partidária pra dentro da Previ e da Cassi", disseram alguns deles; "os membros das diversas chapas se degladiam entre si, com acusações vergonhosas, ameaças etc., tentando derrubar o outro, ao invés de mostrar o programa de trabalho de sua chapa", falaram outros; "um acusa a chapa "X" de ser do PT, outro acusa a chapa "Y" de ser do grupo de fulano de tal, outro diz que a chapa "Z" é comandada pela CUT etc., etc., simplesmente confundindo o eleitor. E o que é pior: o atacado limita-se tão somente a contra-atacar e não se defender", comentaram outros; "existem pessoas boas nesse meio, mas  quem?" Perguntou alguém... Em uma hora dessas um se dirigiu diretamente pra mim e perguntou: e nós aqui que não conhecemos nenhum deles, nunca os vimos, não sabemos nem quem são e quais as suas reais intenções, como é que podemos ter consciência de estarmos votando na pessoa adequada? Eu prefiro pecar pela omissão do que pelo erro. Se você conhece, Marreiro, parabéns, o seu voto é consciente, mas eu, meramente votando por votar ou por simples indicação, não dormiria com a consciência tranquila."

Esta, meus queridos colegas, foi a lamentável fotografia que consegui obter da "realidade das urnas" nestas eleições. 

Grande abraço.
Marreiro
João Pessoa-PB

3 comentários:

  1. Simplesmente, triste, Marreiro, mas é a realidade que norteia as cabeças dos eleitores quando se fala em voto e em políticos, e, na verdade, a nossa votação é política.
    Abração.

    ResponderExcluir
  2. Mas colega Marreiro, se o outro lhe conhece, porque não acreditar em suas indicações?
    Quando não tenho conhecimento suficiente para decidir, procuro sempre aconselhar-me com alguém de confiança que possa dar-me alguma indicação.
    Prefiro errar do que me omitir.

    ResponderExcluir
  3. A resposta é simples querida Léo. Os aposentados continuam não votando porque a eleição terminou e a chapa “3” saiu vitoriosa. rs.rs.rs.

    ResponderExcluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI