18 agosto, 2013

Selecionando as sementes

Chego a perder o ânimo ao sentir que a polêmica em torno do projeto do tal Berzoine se projetou entre nós esparramando tanta energia negativa. É realmente desalentador.

Hoje eu ganhei de uma amiga uma citação de Herbert de Souza (o Betinho) que diz o seguinte: "Tudo que acontece no mundo, seja no meu  país, na minha cidade ou no meu bairro, acontece comigo. Então, eu preciso participar  das decisões  que interferem  na minha vida. Um  cidadão, com  um sentimento ético  forte e consciência de cidadania, não deixa passar nada, não  abre mão  desse poder de participação". Portanto, usando este apelo, quero intervir e pedir para se por fim nesta maldita polêmica.

Precisamos introjetar em nossas mentes que de nada adianta procurarmos um culpado para sacrificar. Ninguém aqui é boi-de-piranha, todos nós estamos no mesmo barco, se ele afundar todos ficaremos à deriva.

Espero que esta declaração do próprio Ruy Britto, aqui mesmo neste Grupo, esclareça esta sangria desatada em cima da nossa colega Isa Musa, Presideente da FAABB. Vejam: "o projeto berzoini, realmente afirmei que não poderíamos aceitá-lo sem emendas corretivas de suas impropriedades e inconstitucionalidades, sem mencionar que emendas seriam. E, foi por acreditar nessa afirmativa que a nossa Colega Isa Musa se baseou para acolher a idéia de que o projeto poderia ser aperfeiçoado por emendas.  Posteriormente, reexaminando o projeto encontrei a grave inconstitucionalidade do parágrafo primeiro do art. 17 (que mencionei no e-mail ao Colega Carvalho e cheguei à conclusão de que a única solução é a luta por sua Rejeição pura e simples. Mas, como nos últimos tempos meus contatos com a Isa  são esparsos,  com a prevalência de temas polêmicos, esqueci de avisá-la a respeito. Quero, portanto assumir a responsabilidade pela posição da Isa."

Também, aqui mesmo neste Grupo, está uma declaração da Própria Isa Musa, onde ela dá textualmente sua posição sobre o malfadado projeto: "A FAABB não tem abaixo assinado em apoio ao Projeto de Lei 161 do Deputado Berzoíni.

Ao contrário, a FAABB foi quem iniciou a coleta de assinaturas de abaixo assinado do PDS 275/2012, do Senador Paulo Bauer que susta artigos da resolução 26.

Estamos colhendo assinaturas em apoio ao PDS 275/2012 tanto virtuais, através do site "petições públicas", quanto em papel, através das Associações de Aposentados em todo o país.  (8.022 assinaturas virtuais e cerca de 5.000 em papel)"


Numa outra ocasião, Isa, respondendo ao colega Carvalho, também declara que: "A celeuma em torno do Projeto 161 do Berzoini foi aberta pela Diretoria da ANABB quando promoveu uma coleta de assinatura em apoio. Importante salientar que esse apoio da ANABB partiu da Diretoria, pois não passou no Conselho Deliberativo da ANABB (onde sou Conselheira, vc sabe).

Sou contra a coleta de assinaturas para o Projeto de Lei do Berzoini, pois antes é preciso ver se o Relator acata as sugestões que entregamos em mãos ao Relator Rogério Carvalho e ao autor Berzoini. As sugestões, se acatadas, corrigem todas as falhas a proposta do Berzoini. Resta saber se vão passar. Antes que passem, não seria prudente colher apoios."

Não precisei acusar e nem torturar ninguém, assim como, não puxei a brasa para a sardinha de ninguém, as verdades estão ditas com as palavras dos próprios envolvidos nesta discussão. Vejam que até a ANABB já retirou o tal Abaixo Assinado do ar. Todos nós somos humanos, portanto, passíveis de erros, não há que se crucificar ninguém por ter errado e nem tampouco, endeusar-se por ter reconhecido o equívoco.

A meu ver está faltando mesmo é fraternidade e união. Quando é que a semente da união vai germinar mesmo?

Leopoldina Corrêa

16 comentários:

  1. Existe sementes de vários vegetais, frutas, etc.... Essa que existe, e como avisei desde o inicio, vinha contaminada por todas as piores ervas daninhas. Nunca esperar um fruta sadia dali. Pegaram 2 ou 3 sementes de boa cepa e cercaram- na de pragas para atingir os objetivos que sempre foram de quinta coluna
    Inclusive , e com a maior cara de pau, estava lá o braço direito, pau mandado , lugar tenente de atual dirigente da PrEVi que defendia com unhas e dentes a entrega do superávit!!!
    Portando escolhamos sim, as boas sementes e nao avaliando- as por um discurso bonito que jamais reflete a verdadeira intenção. Saibam intrinsecamente quem sao, busquem bibliografias. Uma coisa descobri...carater so muda para pior e mais oportunista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eliana, esta semente é a semente de urtiga e sua bíblia é regida pelo PT. O maior bravateiro deles é amigão do Paulo Assumção, por este se tira o resto. Tem bicho de toda espécie ali, tem até bode. Credo!

      Excluir
    2. Pois é Eliana, seu COMENTÁRIO é tão coerente que encontrou respaldo até no nosso mestre Tollendal que publicou-o lá no BB- Funcinários, ou seja, no próprio Grupo dele, onde parece, fizeram uma espécie de complô para crucificar a Isa.

      Excluir
  2. Transcrevo a solidariedade do colega Ebenézer à colega Isa:

    Cara Isa,

    Tenho lido algumas mensagens sobre esse assunto e cheguei à conclusão de sempre: não se pode convencer quem não quer ser convencido. Portanto, entendo a sua reação e admiro a sua resistência. Mas, infelizmente, serão inócuas. Digo isso não para desestimular, mas para que você possa receber melhor, sem decepção, o resultado. A meu exemplo, há muitos outros colegas que entendem o que está ocorrendo e, embora não o expressem, admiram a sua força e a apoiam em silêncio.

    Sobre as mensagens agressivas, algumas oriundas de colegas que não sabem sequer sobre o que estão falando, não há o que considerar. Um espírito mais elevado só pode lamentar por aqueles que insistem em permanecer num nível inferior.

    Cordialmente

    Ebenézer

    ResponderExcluir
  3. Cuidado com este MSU - MOVIMENTO SEMENTE DE URTIGA.
    Ao se reunirem em determinado lugar, alguns integrantes desta facção, podem ser autuados de acordo com o artigo 288 do CÓDIGO PENAL.

    ResponderExcluir
  4. Para que serve mesmo um conselho deliberativo? Se não são respeitados...
    Com esses comentários, como se falar em fraternidade e união? Parece que somente quando se desarmarem os espíritos, é que brotará alguma união.
    Quem vai dar o primeiro passo? Todos se acham donos da verdade mas, não é assim que deve ser. Desculpem! Não há intenção de ofender a ninguém.

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente, Eliana foi feliz na sua colocação. É uma pena que nosso semelhante nos imponha esse tipo de percepção. Mas Freud deve explicar...

    Cara Isa, lembre-se de que há na humanidade grandes homens e homens grandes. Você é uma Grande Mulher!

    Isa, comparo sua dedicação às causas do nosso grupo (família BB), às pregações e às provações de São Francisco, que desenvolveu profunda identificação com os problemas de seus semelhantes e com a humanidade do próprio Cristo e abriu mão da sua vida para dedicar-se aos mais pobres e carentes.

    Acredite, nossas conquistas são marcadas pelo antes e pelo depois de Isa Musa!.

    Pelo tempo que a conheço, testemunho sua correção e imparcialidade. Você Isa Musa jamais se locupletou e não precisa de palco nem platéia.

    Trabalha e informa em silêncio, como uma verdadeira peregrina, que busca sempre o melhor para o seu irmão.

    É transparente, séria e lúcida no que diz e faz, mantendo-se atualizada e pronta para os embates, sem denegrir a reputação de quem quer que seja.

    E sem precisar contar vantagem ou apregoar mérito individual.

    Sua percepção do momento de agir é pontual. Você não fala por meias palavras, não usa subterfúgios. Talvez por isso, incomode tanto.

    Aceite, Isa, o registro da minha admiração sincera.

    Ilma Peres - DF

    ResponderExcluir
  6. Prezadas Colegas Leopoldina e Ilma e Ebenézer,
    Confio e creio nos colegas do BB, creio na união. Todos nós tivemos uma carreira. Uns mais bem sucedidos do que outros, mas viemos todos dos lares humildes deste país com um grande sonho: o de trabalhar em um grande e útil Banco de todos os brasileiros. Fomos aprovados em um dos concursos mais concorridos do país e isso serve para balizar nosso grau de conhecimento e capacidade. Na Bíblia, na história da salvação, os falsos profetas sempre foram um desafio aos fiéis. Elogiam e não denunciam, prometem falsamente a paz: são lobos vestidos de cordeiros. Quanto aos frutos das árvores, também são amplamente citados para se concluir como são as pessoas humanas: “vocês os conhecerão pelos frutos”. A árvore boa não dá frutos ruins, os espinheiros não dão uvas.
    Isa Musa de Noronha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isa, "concordo plenamente". Embora este "bologue" esteja sendo boicotado por este lobos em trajes de cordeiros, estamos indo muito bem, obrigada.

      Aliás, não sei de quem desconfiar mais, se dos lobos ou dos cordeiros. Ah! Tem até bode... é menina, os bicho estão bastante incomodados.

      Até Sandra Rosa Madalena andou rodando à cigana.

      Excluir
  7. "Prezada amiga e valorosa companheira Isa Musa.

    Neste momento em que você vem sendo alvo dos ataques de alguns, quero manifestar de público o meu respeito, o meu apreço e o meu carinho por você.

    Você não necessita de que alguém te defenda, pois sua história é repleta de atitudes, labor e até sacrifícios em prol do coletivo-BB.

    Só mesmo alguém muito negativo, muito pessimista, não reconhecerá o teu valor.
    Freud explica!

    Eu, que tive a sorte de te conhecer e trilhar eu tua companhia esses difíceis e desgastantes caminhos da defesa da perenidade das nossas Entidades, respeitados os limites legais, regulamentares e éticos, sou testemunha da tua fibra, do teu valor, da tua operosidade, da tua paciência, da tua elegância no trato com Autoridades e com Colegas, sejam admiradores ou adversários, quero mais uma vez enaltecer tua presença nessa nossa luta.

    Receba o meu abraço fraterno e solidário.
    E saiba de cada vez mais te admiro!

    Aldo Alfano"

    ResponderExcluir
  8. Decorridos 60 dias do recebimento da notificação da Superintendencia PREVIC, neste sábado, dia 10 de agosto de 2013 extinguiu-se, expirou a mamata do nosso Plano 1 da PREVI, de aceitar valores baseados nos honorários de estatutários do BB, participantes do PB1, convertendo-os maldosamente em salário-de-contribuição, bem acima do teto regulamentar e, PASMEM ! concedendo complementos de benefícios requeridos por mais de cem estatutáros, agora aposentados regiamente no Plano 1 desde março de 2008, ACIMA DO TETO REGULAMENTAR, locupletando-se mensalmente num excesso de mais de R$ 11 mil cada um destes estatutários (Diretores do BB,da própria PREVI, de Coligadas, Controladas, Subsidiárias e Participadas que o BB tem interesse) sangrando nossa mutualidade em mais de R$ 27 milhões anualmente, podendo ir a 500 aposentados daqui a 5 anos, sangrando em mais de R$ 68 milhões anuais.

    Obrigado à PREVIC, que mandou interromper estes desmandos!

    Como ninguém irá devolver os valores pagos a maior, pois é verba alimentar, resta-nos EXECUTAR E COBRAR dos responsáveis pela concessão e cálculos, a cargo do Marcel, Diretor de Seguridade e suas gerências "GEVAR" e "GEBEN".

    A propósito, Marcel, Dan e Vitor Paulo sairão da Diretoria em 31/5/2014 e pedirão suas aposentadorias, pois todos tem mais de 30 anos de "contribuição à PREVI"....(cuidado nos cálculos!!!!- Quem repete erro é...-

    ResponderExcluir
  9. Cara Leopoldina,

    Incrível como ainda existem pessoas injustas por desinteresse social e político e, também, pessoas injustas por maldade. É como vejo os ataques à nossa querida Isa Musa, uma pessoa com um histórico de lutas incansável, sempre exercendo sua liderança em prol de melhorias para o nosso desunido grupo de aposentados.

    Essas críticas, agora oriundas de "sementes que não germinam" em nosso benefício, têm outras finalidades, que os mais atentos conseguem perceber. Mesmo com a Isa explicando didaticamente sua posição e sua atuação em face da proposta do Berzoini. Mesmo com as manifestações de solidariedade, como as do colega Ebenézer, com as quais me identifico e com quem concordo inteiramente.

    Não enfraqueça, Isa, aqui em Fortaleza temos pessoas que comungam com suas idéias e que reconhecem sua atuação firme e vitoriosa nas associações de funcionários de que participa. Como disse o colega, pessoas que a admiram e que, "embora não expressem, a apoiam em silêncio". Silêncio que ouso quebrar, neste momento, como estímulo ao seu destemor.

    Afrânio Bizarria
    Aposentado Fortaleza - CE

    ResponderExcluir
  10. Bizarria, é com muito respeito que recebo as referências elogiosas a meu respeito. Felizmente, o número de companheiros irmanados na mesma luta é maior dos que só criticam e nada fazem. Conto com vc para levarmos nossa mensagem de otimismo a todos os colegas. Fique com Deus.
    Isa Musa

    ResponderExcluir
  11. Postado por Roberto Abdian
    Republicação - texto de 1,5 ano atrás.

    Colegas

    Até pouco tempo atrás, éramos coesos, quase unânimes nos ideais, pensamentos e nas ações. A dissidência tinha pouquíssimo peso e não representava perigo de desagregação. Como estamos hoje? A quem isto interessa senão aos que estão do outro lado da trincheira?

    As Associações estão se transformando em ilhas isoladas, física e ideologicamente. A par de estratégias polêmicas, que com algum esforço de boa vontade podem até ser admitidas, justificadas e compreendidas, como a de entrar nas fileiras do inimigo para tentar miná-lo por dentro, há também um outro componente muito mais desagregador que é a prepotência de colegas e de grupos dirigentes. Alimentam um radicalismo nas atitudes e uma intolerância que só se explicam por raízes na vaidade.

    Não bastasse os poderes constituídos estarem contra nós, agora estamos uns contra os outros, irresponsavelmente, sendo engolidos pelo cultivo da auto-reverência, egos e vaidades. Depois de velhos, serão estas as últimas aspirações de vida?

    Novos grupos independentes surgiram, longas e estéreis discussões e proposições de idéias e sugestões que se dizem brilhantes e inovadoras são lançadas a esmo e dispersas pelos canais invisíveis da net, e se desvanecem por sua própria inércia.

    Na presunção de auto-suficiência, grupos e associações quebram a unidade indispensável em torno de uma única representação legal que é sua Federação, sob críticas e justificativas absolutamente radicais e não convincentes, e que não mostram alguma intenção conciliadora. Cabe aqui a máxima popular: “casa de muitos donos, o cachorro morre de fome”.

    As associações não devem se esquecer que nós, associados, estamos envelhecendo e morrendo, não está havendo e não haverá “reposição de peças” por absoluta falta de matéria prima. Não haverá platéia para alimentar auto-reverências, egos e vaidades. Ainda há muitos colegas para aposentar, é fato, mas é ínfimo o número dos que se interessam em se associar. Os de alto nível não precisam disto, e os do andar de baixo, por descrença ou por razões de orçamento.

    Isa, aceite meu abraço solidário.
    Roberto Abdian

    ResponderExcluir
  12. Caro Abdian,
    Infelizmente existem entre nós alguns que pregam a união, mas são os primeiros a fomentar intrigas, agressões gratuitas, maledicência. Chegam a criar um mito de que dirigentes de nossas Associações estão nas entidades porque recebem fortunas em honorários. Sabem que é mentira, sabem que apenas dirigentes de Cassi e de Previ e a diretoria da ANABB recebem polpudos honorários. Nas Associações, via de regra, pagamos para trabalhar, gastamos a nossa gasolina, pagamos para almoçar fora de casa, muitas vezes pagamos passagens e hospedagens para participar de reuniões do nosso próprio bolso. Quem, como nós, conhecemos nossas Associações, sabemos que as diretorias não se renovam porque os associados não têm nenhuma disposição para doar tempo e trabalho. Nas eleições, é raro aparecer uma chapa contrária. Ninguém quer pegar o boi pelos chifres. Muitos colegas, nossos eternos críticos, preferem o conforto do lar, sentado à frente do computador e destilar veneno virtual. Não devemos nos deixar afetar por esses que somente semeiam tempestades. Felizmente, caro amigo, o número desses guerrilheiros da internet é muito menor do que os homens de boa fé, lutadores e íntegros, como você, a quem respeito e admiro, pois você sim, tem história de lutas. Grande abraço.
    Isa Musa



    ResponderExcluir
  13. Por Anchieta Danta:

    MUITO BEM COLOCADAS AS PALAVRAS DE SOLIDERIEDADE DO EBNÉZER À ÍSA. NÃO COSTUMO DISCUTIR ASSUNTOS QUE NÃO BANCO, PREVI OU CASSI. MAS É MUITO TRISTE LER AGRESSÕES CONTRA A NOSSA COLEGA ISA. ENTENDO QUE DISCORDÂNCIAS DEVEM SER BASEADAS EM ARGUMENTOS E NÃO COM AGRESSÕES. AGRIDE QUEM NÃO TEM ARGUMENTOS.

    ANCHIETA DANTAS

    ResponderExcluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI