22 agosto, 2013

Reunião FAABB Novos vídeos

Caros colegas,

Com um pouco de demora trago até vocês os últimos vídeos da Reunião da FAABB de Agosto de 2013:



  1. Miniatura



    Miniatura
     
    Todos este vídeos estão disponíveis também no site da FAABB
    Assistam e se gostarem cliquem na mãozinha de "gostei" se não gostarem podem dizer também na outra mãozinha. Enfim, podem deixar comentários abaixo de cada vídeo, ou ainda, me mandar um email para leopoldinaconta@gmail.com para realizar suas críticas, as quais receberei de muito bom grado. 
    Por sua atenção, muito obrigada.
    Leopoldina Corrêa 


4 comentários:

  1. Prezada Leopoldina:
    O BET e o TETO.
    Ou a PREVI cumpre a determinação ou a PREVIC fica desmoralizada.
    1 - Conforme amplamente divulgado, a partir de março de 2008, Diretores do Banco deixaram de ser funcionários, passando a ser estatutários. Para fixar os honorários, o Banco incorporou férias, abonos, licença prêmio, etc. Estas verbas não incidem para efeito de benefícios, desde dezembro de 1997. O Banco e a PREVI fixaram como TETO DE BENEFÍCIOS para esta categoria o maior salário do funcionário na ativa, com aprovação do Governo, considerando que honorário não é salário.
    Posteriormente o Banco pediu elevação do TETO para R$ 81.000,00. Um escândalo! Mesmo com a discordância da PREVIC, dirigentes do Banco, da PREVI e Subsidiárias, aposentados a partir de 2008, continuaram recebendo da PREVI benefícios privilegiados, abusivos e irregulares, sem ao menos ter contribuído, desde 2007.
    Após denúncias e o processo tramitar por órgãos Jurídicos da Previdência, inclusive na AGU, no início de junho a PREVIC determinou a correção das irregularidades, concedendo o prazo de 60 dias para o cumprimento.
    Vencido o prazo, conforme divulgado pela ANABB, a PREVI, a exemplo de outras vezes, solicitou mais 90 dias de prazo, sem qualquer justificativa.
    Registro que, Dirigentes do Banco e da PREVI, da ativa ou aposentados a partir de março de 2008, continuam, vergonhosamente e de forma abusiva, legislando em causa própria, em flagrante conflito de interesse, sangrando a PREVI em milhões.
    Fica evidente que o Banco e a PREVI estão desafiando a Lei e abusando dos mais de 120 mil participantes e assistidos. Acredito que a PREVIC vai exigir o imediato cumprimento de sua decisão ou ficará desmoralizada. Conforme previsto em Lei, o descumprimento desta determinação legal deve implicar em intervenção na PREVI.
    Continuarei acompanhando e divulgado informações.
    2. Para combater estes e outros abusos e ilegalidades, devemos, através de abaixo assinado, do qual podem participar parentes e amigos, apoiar o PDS 275/2012 que objetiva cancelar artigos abusivos da Resolução 26/2008 que determina os Fundos de Pensão a repassarem aos patrocinadores, parte das reservas.
    Para assinaturas escritas, clique no seguinte LINK: ABAIXO ASSINADO - PDS 275/2012. Imprima, consiga o máximo de assinaturas e me devolva até 20 de setembro, conforme orientação no rodapé do documento. Se o documento não abrir, solicite que enviarei como anexo.
    A prioridade é escrita. Porém, Desejando assinar pela internet, clique no LINK: http://www.avaaz.org/po/petition/APROVACAO_DO_PDS_2752012_EM_DEFESA_DOS_FUNDOS_DE_PENSAO/?launch.
    Destaco que, quanto mais assinaturas, melhor. Pouco vai adiantar chegarmos ao Senado, em Audiência Pública que já foi deferida, prestes a acontecer, portando meia dúzia de assinaturas. Caracteriza desinteresse de nossa parte.
    Participe e divulgue. Vamos exercer o nosso direito de cidadania!
    Acesse e participe do meu blog: ajccarvalho.blogspot.com.br
    Em caso de dúvida contate: ajccarvalho@bol.com.br ou ajccarvalho72@gmail.com.
    Antonio J. CARVALHO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Carvalho,

      Já assinei e assim que eu acabar de chegar vou abrir um espaço para os colegas assinarem e acompanharem também por aqui.

      Logo vamos nos encontrar novamente, estarei em Brasília novamente para o Seminário da CASSI.

      Grande abraço.

      Excluir
  2. OK, Leopoldina.
    O Banco junto com o Governo e PREVI formam um ROLO COMPRESSOR que continua esmagando os participantes e assistidos da PREVI, impondo as condições que desejam. A história se repete, senão vejamos:
    1 -Ao fixar os honorários dos seus Dirigentes, o Banco incorporou férias, abonos, licença prêmio, etc. Estas verbas não incidem para efeito de benefícios, desde dezembro de 1997. O Banco e a PREVI fixaram como TETO DE BENEFÍCIOS o maior salário do funcionário na ativa, ainda não cumprido. Dirigentes do Banco e da PREVI, da ativa ou aposentados a partir de março de 2008, continuam, vergonhosamente e de forma abusiva, legislando em causa própria, sangrando a PREVI em milhões. Em 8 de junho de 2013 a PREVIC determinou, a correção das irregularidades, concedendo o prazo de 60 dias para o cumprimento. Agora, a PREVI solicitou adiamento por mais 90 dias, sem qualquer justificativa. Existem evidências de que o Banco e o Ministério da Fazenda continuam pressionando a PREVI e a PREVIC para não implantação do TETO,desafiando a LEI.
    Caso a PREVI descumpra a determinação, a PREVIC será desmoralizada e a Lei será rasgada. Todos os aposentados após dezembro de 1997 teriam os mesmos direitos concedidos aos Dirigentes.
    2 – Em 2008, ferindo Lei 109/2001, surgiu a ilegal e abusiva Resolução CGPC 26/2008, permitindo os Fundos de Pensão repassar parte das Reservas aos Patrocinadores. Patrocinador não é beneficiário. Em 2010 a PREVI repassou R$ 7,5 bilhões de reservas para o Banco. Criou o BET, ameaçado de terminar em 2013, com a perda de 20% do nosso benefício e retorno das contribuições. Tramita no Senado, onde o Governo tem a maioria, o PDS 275/2012, que objetiva cancelar artigos abusivos da resolução 26/2008. Destaco as atitudes do Colega Senador José Pimentel, líder do Governo no Congresso, que continua insistindo em nos prejudicar:
    A – Como Ministro da Previdência, tendo a maioria dos votos, assinou a Resolução 26/2008;
    B – Em abril de 2013, quando o PDS estava pronto para ser votado, solicitou transitar pela Comissão de Assuntos Econômicos e foi designado como Relator. Um abuso!
    C – Em agosto de 2013, após aprovação de Audiência Pública, o Senador requereu a participação da AGU (Governo) e da ABRAPP (Patrocinadores). Além dos Técnicos do Governo, Isa terá de enfrentar este povo. Um absurdo!
    Devemos divulgar as ações do PIMENTEL, em especial aos Colegas do Ceará.
    Para combater estes e outros abusos e ilegalidades, devemos apoiar o PDS 275/2012, através de abaixo assinado escrito ou virtual, podendo participar parentes e amigos.
    Para assinaturas escritas, clique no seguinte LINK: ABAIXO ASSINADO - PDS 275/2012. Imprima, consiga o máximo de assinaturas e me devolva até 20 de setembro, conforme orientação no rodapé do documento. Se não abrir, solicite que enviarei como anexo.
    Desejando assinar pela internet, clique no LINK: http://www.avaaz.org/po/petition/APROVACAO_DO_PDS_2752012_EM_DEFESA_DOS_FUNDOS_DE_PENSAO/?launch.
    Enquanto mais assinaturas, melhor. Poucas assinaturas caracteriza desinteresse de nossa parte. A luta é desigual. Somos uma força adormecida. Vamos acordar, meu POVO, exercendo o nosso direito de cidadania!
    Acesse e participe do meu blog: ajccarvalho.blogspot.com.br
    Em caso de dúvida contate: ajccarvalho@bol.com.br ou ajccarvalho72@gmail.com.
    Continuarei acompanhando e divulgando informações
    Antonio J. CARVALHO”

    ResponderExcluir
  3. O Banco do Brasil pediu à PREVIC mais prazo, de 90 dias (vai até nov/13) para que o PB1 da PREVI obedeça ao solicitado em jun/2013 (Teto aos Estatutários).

    Será que a Superintendência vai assinar mais delongas?

    FORA PIMENTEL!!!

    ResponderExcluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI