03 abril, 2014

Orgap>Conta-Salário>Portabilidade?

Caros colegas,


A PREVI enviou correspondência a todos os associados, inclusive para esta que vos escreve, que por exigência do Banco Central não mais poderia realizar os pagamentos dos nossos Benefícios via ORPAGs.

Hoje, através de um email recebido do meu queridíssimo Mozart, o mesmo me dava conta de uma matéria divulgada pelo Medeiros (BINGO : FIM DO DRAMA DA ORPAG - A PREVI CEDEU)), meu colega blogueiro, relatando que a PREVI havia voltado atrás sobre os referidos pagamentos naquela modalidade, e que, apenas, os que já recebiam poderiam continuar recebendo seus proventos daquela forma.

Para me inteirar mais sobre o assunto liguei pessoalmente para a PREVI e dela obtive a constatação da matéria. Posto que, quem optar por receber em conta salário não poderá mais voltar à ORPAG.

Eu fico me perguntando o que levou a PREVI a tomar esta medida. É certo que medidas antipáticas é a cara da PREVI, entretanto, esta Resolução 3402 do Bacen  já existe desde  06.09.2006, porque só agora D. Previ resolveu cumprí-la?

Estaria a PREVI forçando uma portabilidade dos aposentados para outros bancos? Porque?

2 comentários:

  1. Prezada Colega Leopoldina Correia,

    A forma como a previ executou o fim da orpag/scr foi totalmente leviana se não vejamos:

    Mandou corresponderia,sem aviso de recebimento,qual seria a reação daqueles que não foi avisado do fim das orpag/scr quando na boca do caixa,tivesse a informação que não havia nada a receber?.

    Nem o Banco Central foi avisado desta investida da previ,sobre os proventos daqueles que estão sobre-endividados,já que a previ autoriza descontos maiores que 30% nas nossas folha de pagamento.

    Também me fiz a mesma pergunta,porque em 2014 a Previ e o BB descobriram que desde 2006,existia uma norma do BACEN a ser efetivada, e mesmo depois de renovar a exclusividade da gerencia da folha de pagamentos pelo BB não respeitaram a norma do Bacen.

    O fato é que o numero de colegas aposentados e pensionistas vem crescendo nesta modalidade de recebimento,para fugir dos aprovisionamentos do BB e na investida por completo nos nossos benefícios,veio a tentativa do freio,mas ai descobriram que muitos já tem o direito adquirido de continuar recebendo nesta modalidade e que qualquer advogado por menos experiente que sege garante uma liminar para continuarmos recebendo na boca do caixa.

    O que falta ao nosso fundo de pensão é clareza e ao Banco do Brasil,vergonha na cara dos seus gestores,pois eles mesmo que criaram esta situação,quando emprestaram alem da nossa capacidade e em fraguante desrespeito as leis deste pais,onde só pode comprometer 30% dos nossos benefícios com pagamento de empréstimo e financiamentos.

    Quero ser respeitada, e quero principalmente meu salário de volta,desse eu não abro mão.

    Saudações Respeitosas

    Rosalina de Souza
    Pensionista
    Matricula 18.161.320-4

    ResponderExcluir
  2. Esse mês de Outubro de 2017.
    Meus proventos foram tomados pelos cdcs e juros do especial.estou com comprometimento total dos proventos.fiquei sem salário.o QUE faço?

    ResponderExcluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI