02 outubro, 2013

A ELEIÇÃO DA AAFBB

Não tinha mesmo que dar outra coisa. Restou a chapa da situação. Tudo foi adrede preparado para que ninguém pudesse ameaçar a hegemonia dos atuais gestores.

A começar do processo eleitoral com as exigências incabíveis para a obtençao de apoios. Seria cômico, se não fosse trágico! Exige-se a coleta de apoios, mas somente dos sócios habilitados ao voto, que não tenham manifestado apoio a nenhuma outra chapa e mais: a situação, detentora do cadastro de associados não disponibiliza banco de dados ou etiquetas para que os concorrentes cheguem aos sócios com a proposta de uma 


 

E mais: uso da máquina escandalosamente às claras! Representantes da AAFBB nos Estados, a maioria comprometida com os situacionistas, meses antes colhiam apoios em papel em branco, sem cumprir o regulamento que exige que tais apoios sejam feitos em folha tendo no verso todos os nomes dos componentes da chapa. Associados e conselheiros denunciaram a prática à Comissão Eleitoral e essa fez ouvidos moucos... Pior! Disseram os membros da Comissão que tudo está em ordem.







 Prova da fraude

Acham pouco o escândalo? Pois tem mais ainda. Recusaram todos os recursos das outras duas chapas concorrentes, mesmo com a evidência de que a greve dos Correios prejudicou o recebimento das suas listas de apoio.

Candidatos das duas chapas prejudicadas vão à Justiça. Solicitarão impugnaçao da chapa situacionista por uso abusivo da máquina, falta de isonomia quanto a oportunidade de coleta de apoios, e suspeita de fraude. Será pedida também a reabertura de todo o processo eleitoral.

Talvez não logrem êxito. Justiça, já se sabe, é caixinha de surpresas, contudo, se nada for feito chancelar-se-á o escárnio, a fraude, a esperteza.

E todos estamos velhos demais para engolir sapos sem ânsias de vômito!



Leopoldina Corrêa

 

2 comentários:

  1. E agora Maria e José?

    Restou a chapa da situação.

    E era de se esperar o quê? José não se aliou a Maria...
    A ELEIÇÃO DA AAFBB

    José está sem Maria,
    Maria está sem José...
    ... e o "bode" veio,
    o riso não veio,
    não veio a utopia
    e tudo acabou ?

    Que tal?

    Se vocês gritassem,
    se vocês gemessem
    se vocês não dormissem,
    se vocês não cansassem,
    E nem morressem ?

    Leopoldina Corrêa

    ResponderExcluir
  2. Foi frustrante a não homologação da chapa do colega Ruy Brito, pessoa que, apesar de não conhecer pessoalmente, tenho na categoria de um dos mais profundos conhecedores sobre a matéria previdência complementar, em especial dos assuntos referentes ao “PB-1”. Li aqui na internet que o referido colega, acompanhado de Dª Isa, participará da audiência pública no senado federal, creio que ainda neste mês de outubro, para defender os nossos interesses no que concerne ao PDS-275/2012, de autoria do ilustre senador Paulo Bauer. Não preciso dizer que há uma grande expectativa para que possamos receber som & imagens do evento, se não for em tempo real que seja em vídeo através da TV-Asas.

    ResponderExcluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI