15 fevereiro, 2013

GRUPO PRÉ 67 – JUROS ATUARIAIS

FORTALEZA (CE), 14 de fevereiro de 2013.
 
À
PREVI – CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL
RIO     (RJ)

 


SR. PRESIDENTE,


GRUPO PRÉ 67 – JUROS ATUARIAIS – Solicito informar se o Banco vem 
cumprindo sua obrigação contratual, conforme Cláusula Primeira do
Contrato Previ BB, de 24.12.1997 e do respectivo aditivo de 9.2.1998,
de assumir o ônus  de riscos financeiros decorrentes de alterações
necessárias na premissa atuarial para a taxa de juros, que resultem em
elevação das Reservas Matemáticas ( Provisões Matemáticas ) e se,
satisfazendo, em qual conta estão sendo registrados os recolhimentos
na contabilidade da Previ.
         

A taxa de juros em questão já foi alterada de 6% a.a. para 5,75 %  em 2006; de 5,75 % para 5,5 % em 2009 e de 5,5 %  para 5 %  em 2010, para adaptação às condições do mercado. 

Havendo redução, como foram os casos,  o valor presente das Provisões Matemáticas aumentam e, assim sendo, há o risco financeiro de seu montante ser insuficiente, se não for adotada tabela de mortalidade com expectativa de vida menor,  daí  a necessidade de elevar essas reservas para manter a AT 2000 ( atual tabela de mortalidade ). Conforme os acordos acima, o encargo  do reforço, relativo ao Grupo Pré 67, é de responsabilidade do Banco.
          

A não observância desse dever contratual significa uma forma de apropriação indevida de recursos, pois se o BB não o satisfez, os acréscimos nas Provisões Matemáticas  foram cobertos  com resultados da  Previ .


ATENCIOSAMENTE

,

JOSÉ ANCHIETA DANTAS – 5.241.520-1 – e-mail janchietadantas@gmail.com


5 comentários:

  1. Aos 3.200 aposentados pelo BB, chamados de "Grupo pré-67", foi criada um novo fundo, em dezembro de 2012, de nome "Conta Amortizante Grupo Especial" contabilizando-se, por transferência do "Fundo Paridade"(criado pelo Acordo 2006)R$ 1,013 Bilhões de reais. (Último saldo divulgado em outubro/2012 estava em R$ 1,7 bilhões).
    Desta nova conta (cujos valores provém do nosso superavit) o BB manda creditar aos seus beneficiários nas verbas P220 e P210.

    Quem está pagando este contingente de 3.200 pessoas ? É o Plano 1 da PREVI !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo indica que sim, principalmente depois que o TRT 10ª Região acordou que o patrocinador tem direito a tal da reversão indireta de valores. Os recursos permanecem na PREVI, mas à disposição do patrocinador para que este os utilize na forma de contribuição. Se conseguirmos derrubar a Res. 26 então o patrocinador terá que voltar a colocar dinheiro do próprio bolso.

      Luiz Faraco, de Florianópolis (SC)

      Excluir
  2. O que mais me preocupa, em toda essa engenharia econômica maligna é a possibilidade de mais adiante descobrirmos que "os superávits" nunca existiram, e os usaram como argumento para sangrar a carne. Lembrem ainda que, dentro em breve, veremos o absurdo fenomeno de só ter "mandando" em nossa PREVI Plano 1, pessoas que pertencem ao Plano 2 e que menos ainda se preocuparão com o que poderá nos acontecer.
    Eliana Meneghetti

    ResponderExcluir
  3. É evidente que eventualmente a Previ registra superávit. Com fortunas aplicadas, claro que a ciranda financeira se traduz em "lucros", ou seja, superávit. Ocorre que tais lucros poderiam ser melhores se a cada resultado altamente positivo a Reserva fosse utilizada para mudar as premissas do Plano e assim se converter em Benefícios reais e adicionais. Mas isso nao interessa ao Patrocinador BB. O fato é que nem os Governos FHC ousaram dar, por Lei (Resoluçao) metade do superávit dos Fundos de Pensão aos Patrocinadores e ainda dizem que o PT é um partido " dos trabalhadores"

    ResponderExcluir
  4. Prezada Leopoldina e colegas,

    Acabo de receber e-mail do colega Antônio José de Carvalho (dono do Blog PREVI-CASSI-ANABB) comunicando que apresentou proposta ao grupo temático de estudos na ANABB sobre reformulação do Plano de Benefícios 1 da PREVI.

    Conforme autorizado pelo autor, disponibilizo a íntegra de sua proposta no link abaixo:

    https://docs.google.com/file/d/0B2apQ70fp3uSU0lmSU5OSEFvSWs/edit

    Achei-a muito interessante e acho que todas nossas representações, inclusive os eleitos por nós ocupando cargos na PREVI deveriam trabalhá-la com muita seriedade e celeridade, visando, após finalizados os estudos, apresentação ao Conselho Deliberativo da PREVI endossada por um grande número de participantes e assistidos seus subscritores (o quorum mínimo é de 1% dos associados, mas tenho a convicção que conseguiríamos um número muito maior do que este).

    Está lançada a grande oportunidade de nos unirmos em torno de nossos objetivos consensuais e promovermos a construção desta proposta conjuntamente, para que alcance grande representatividade, face ao elevado número de assinantes.

    E por estar a ANABB sediada em Brasília, seria o local ideal para esta construção e, após apresentação à PREVI, trabalhar por sua aprovação nos órgão que se fizerem necessários, através de forte e perspicaz “lobby”.

    Salvo melhor juízo.

    Um fraterno abraço a todos.

    ResponderExcluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI