22 fevereiro, 2017

Como identificar sintomas da doença que causa cegueira repentina



iStock
Arterite de células gigantes pode causar a perda total da visão
Arterite de células gigantes pode causar a perda total da visão

Todos os anos no Reino Unido, a vista de pelo menos 3 mil pessoas é danificada por uma doença chamada arterite de células gigantes, também conhecida como arterite temporal. 

Os sintomas podem aparecer de repente e resultar em cegueira irreversível se a doença não for diagnosticada e tratada de forma rápida. 

A reumatologista Saleyha Ahsan diz à BBC que alguns pacientes confundem os sintomas com os de uma enxaqueca e descrevem "uma dor de cabeça como se o cérebro estivesse sendo espremido". Ela diz ser necessário ficar atento "a dores no couro cabeludo ao pentear o cabelo". 

Além das dores de cabeça e da sensibilidade aumentada no couro cabeludo, outros sintomas são dor na mandíbula e problemas de visão. 

A doença é causada por uma inflamação da parede de artérias da cabeça (têmporas) e do pescoço, causando estreitamento dos vasos, acúmulo de células de grande tamanho (daí o nome 'arterite de células gigantes') e redução do fluxo de sangue pelo local. 

Se a artéria afetada fornecer sangue para o nervo ótico, que transmite informações da retina para o cérebro, o bloqueio pode causar cegueira, temporária ou permanente. 

MULHERES COM MAIS DE 50
A arterite de células gigantes atinge principalmente pessoas com mais de 50 anos –e, em especial, mulheres. 

Para lidar com o problema, o sistema de saúde público britânico (NHS na sigla inglesa) criou um esquema para que a doença possa ser diagnosticada o mais rápido possível. 


Science Photo Library
Imagem de uma artéria temporal danificada por arterite de células gigantes (GCA, sigla em inglês)
Imagem de uma artéria temporal danificada por arterite de células gigantes (GCA, sigla em inglês)

As clínicas públicas foram instruídas e treinadas para agendar consultas com um reumatologista, em casos suspeitos, dentro de 24 horas. 

Se o paciente estiver sob risco, ele é imediatamente examinado por ultrassom –se o paciente tiver a arterite temporal, o exame revelará uma faixa preta, uma "auréola negra", ao redor da artéria temporal. 

O paciente é tratado com esteroides. 

Este sistema de resposta rápida, acabou salvando a visão de Roger Keay. "O médico reconheceu a condição imediatamente. Fez um teste de ultrassom e me mostrou na tela. Salvou a minha vista. Eu sou um homem de sorte. Se eu tivesse 1 milhão de libras daria a ele", disse Keay. 

Com a abordagem, foi possível reduzir o número de casos de perda de visão parcial e total no país. 


Bhaskar Dasgupta
Uma artéria saudável à esquerda e outra afetada pela arterite de células gigantes à direita
Uma artéria saudável à esquerda e outra afetada pela arterite de células gigantes à direita

Os sintomas da arterite de células gigantes geralmente se desenvolvem de forma rápida, mas pode haver sinais preliminares –tais como perda de peso, suores, cansaço, febre leve, perda de apetite e depressão. 

A reumatologista Saleyha Ahsan explica que a arterite pode ser consequência de outra doença menos grave chamada polimialgia reumática, que gera dor muscular e até imobilidade. As condições podem aparecer de forma independente, mas muitas vezes juntas. 

A arterite de células gigantes atinge cerca de um décimo das pessoas com polimialgia reumática no Reino Unido.
SINTOMAS
  • Dor de cabeça repentina não aliviada por analgésicos (tende a afetar um lado)
  • Dor no couro cabeludo (escovar o cabelo pode ser doloroso)
  • Inchaço nas artérias temporais visível a olho nu
  • Dor na mandíbula especialmente quando se fala e se mastiga
  • Problemas de visão, incluindo visão dupla, turva e perda de visão em um ou ambos os olhos



FOLHA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI