27 março, 2014

PRONUNCIAMENTO APRESENTAÇÃO RESULTADOS PREVI 2013 Por José Correia de Araújo Neto

Senhoras e senhores presentes, meu nome é José Correia de Araújo Neto,
 gostaria de tecer os seguintes comentários:



Por ocasião do encontro de janeiro do corrente ano do Conselho de Usuários
da Cassi Unidade Alagoas, o Sindicato dos Bancários de Alagoas informou que
a decisão de suspensão do pagamento do BET fora tomada em reunião com
representantes de algumas entidades representativas dos bancários da ativa,
aposentados e beneficiários da PREVI, mas que havia reserva suficiente para
prosseguir o pagamento até o mês de abril.



Pasmem as senhoras e os senhores aqui presentes! Fiquei tão surpreso que 
tive o cuidado de perguntar se poderia publicar o fato, e não é que fui 
autorizado! (fiquei ainda mais perplexo).



Quero aqui ressaltar que não estou me referindo ao preposto do Sindicato,
 mas sim ao próprio Sindicato, único e exclusivamente a entidade sindical,
 pois não nos interessa o CPF de um preposto, se foi A ou B. Poderia até ter
sido eu em sua função, mas que nós merecemos explicação, isso nós merecemos!



Ratifico as palavras do colega José Bezerra Rodrigues, da cidade de
Salvador - BA, em seu feliz discurso de 19 do corrente, por ocasião deste
mesmo evento. Abre aspas: São muitos os colegas, espalhados por este Brasil
afora, que demonstram inquietude e descontentamento pelo que vem ocorrendo
com a nossa PREVI... Fecha aspas.



É sabido e notório que inúmeros colegas já haviam, praticamente,
 incorporado o BET ao orçamento e a suspensão do mesmo vem suscitando até
problemas de depressão.



Na verdade, a situação dos aposentados e pensionistas da PREVI é deveras
 periclitante, em especial dos que se aposentaram sob o tacão do FATOR
 PREVIDENCIÁRIO. Ano após ano as aposentadorias reajustadas, apenas, pelos
índices oficiais manipulados vêm sendo depreciadas.



Não diferente, quiçá muito mais contundente, foi o golpe abrupto da
suspensão do BET, não cumprindo o prazo previamente estabelecido, pois o
mesmo deveria se alongar até pelo menos dez/2014.



Todos nós nos sentimos lesados ante a aberração de o Banco do Brasil ter-se
apoderado de 50% de uma só vez, ao arrepio da Lei, que todos aqui presentes
conhecem muito bem a famigerada, imoral e inconstitucional RESOLUÇÃO 26 da
PREVIC.



Por fim, e de novo, parafraseando, o soteropolitano Bezerra: As eleições
vêm aí para corrigirmos as falhas do passado e alterarmos os rumos para o
futuro!



Por isso nosso apelo será no sentido de algumas correções, pois diante de
nossa cruel incompetência e a perspicácia do "REI", ele (o rei), criou
asas, cresceu seu poderio e hoje trata seus súditos com as migalhas do pão
 de ló que escapole de seu lauto jantar.



Mas é bom saber que esse reinado não o pertence!



Senhoras e senhores: não se iludam! Ou daremos a resposta nessas eleições 
ou passaremos a ser uma "LEGIÃO DE DESASSISTIDOS"!



Ou mudaremos esse atual danoso modelo administrativo da PREVI ou ela poderá
 ser a próxima "PETROBRÁS" do Banco do Brasil e Cia. LTDA.



É isso!



Muito obrigado!



José Correia de Araújo Neto 

Maceió 25.03.2014

Um comentário:

  1. eunice lourenco silva jardim disse:
    No Recife as coisas também não ficaram boas para os Diretores não. Começando pela quantidade de participantes, que deve ter sido a metade da média dos anos anteriores. Também, não sei porque, fizeram toda a reunião com a mesa na ´penumbra`. Acho que temendo o acontecido em Salvador, na reunião do Recife eles não queriam que as pessoas fizessem perguntas pelo microfone; apenas perguntas e observações escritas. Depois de muita insistência o colega aposentado GUSMÃO, conseguiu falar e lavou a alma da maioria das pessoas presentes. Foi aplaudido. Pena que não foi um discurso elaborado e eu não tenho como transcrevê-lo. Ele iniciou dizendo que a ´culpa` dele estar falando naquela ocasião era de sua esposa, que praticamente o tirou do hospital e o levou para falar aquilo que estava preso na garganta de todos nós.Ele estava realmente muito debilitado, apoiando-se em uma bengala, mostrou as marcas das cirurgias que fez, mas na hora falou com muita energia e disse o que a diretoria da PREVI estava precisando ouvir. Ao contrário de Salvador, das poucas pessoas presentes, as que se retiraram na hora do embate, foram as que são, aparentemente, apoiadoras dessa diretoria. Ele (Gusmão) depois que falou ia se retirar, quando Marcel falou alguma coisa e começou um bate-boca. Achei até deselegante da parte de Marcel, por ser ele, o colega, já idoso e bastante debilitado fisicamente. Mas parece que foi pior, porque quanto mais Marcel rebatia mas o colega Gusmão falava alterado dizendo o que tudo o que desejava (e nós também); foi preciso a uma pessoa do cerimonial intervir. Por fim o colega se retirou e outras pessoas puderam falar e fazer seus questionamentos. A situação parece que está dando nos nervos da diretoria. Eu sempre achei Marcel um cara calmo. Deve ter motivos de sobra para perder as estribeiras. Espero que os protestos se repitam nas demais apresentações e que dê resultado nas eleições de maio.

    ResponderExcluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI