19 março, 2014

PREVI – Apresentação de Resultados em Salvador (BA)

Prezados colegas,



É com imensa satisfação que registro a reação dos colegas aposentados de Salvador (BA), ocorrida por ocasião do encontro para apresentação dos resultados-2013 da PREVI.



No início do evento, quando funcionária encarregada do “cerimonial” convidou o diretor Sanda a iniciar a apresentação, o nosso colega José Bezerra Rodrigues interveio e pediu para ser ouvido por antecipação, e pediu para faze-lo no microfone que, segundo fomos informados, seria interdito aos presentes.



Em seguida, sem aguardar concordância do diretor René Sanda, subiu ao palco e, ao microfone, fez o discurso que vai abaixo transcrito, um documento que todos devemos ler com atenção e guardar, pois corresponde a tudo aquilo que todos tínhamos vontade de expressar e não tivemos a oportunidade de fazê-lo.



Finalizado o discurso, Bezerra anunciou que se retiraria, pois não se permitia ouvir uma apresentação de dados  “a posteriori”.  Longamente aplaudido, retirou-se do recinto tendo sido acompanhado por mais de 90% dos presentes.  Permaneceram no salão pouco mais de uma dúzia de colegas.



A reação foi inusitada.  E tenho certeza de que foi também inesperada pelos representantes da PREVI – Sande e Marcel Barros – habituados que estão a falar sem serem nem contestados.



Parabenizo o colega Bezerra e congratulo-me com todos os que participaram da reação, que se constituiu num exemplo a ser seguido.



Basta de imposições da PREVI sem que haja reação.  Basta de ouvir discursos que servem apenas de cortina no grande palco das mistificações.


Cordialmente


Ebenézer W. A. Nascimento


UM MOMENTO, POR FAVOR, UMA QUESTÃO DE ORDEM



Meu nome é José Bezerra Rodrigues – matrícula no BB – 5.320.820-X.



Do alto dos meus 78 anos de idade, dos quais 20.836 dias, como sócio da PREVI e há pouco tempo integrante do grupo “Meia Dúzia de Três ou Quatro”, guardando na sua nomenclatura inicial, se tratar de coisa raquítica, mas que pode ser amanhã um fiel da balança, quem sabe?



1 -  São muitos os colegas, espalhados por este Brasil afora, que demonstram inquietude e descontentamento pelo que vem ocorrendo com a nossa PREVI, contando com a complacência e beneplácito dos dirigentes, tanto pelos escolhidos do rei, quanto os nomeados por nós, através do voto, que não estão sabendo honrar a outorga.  Vejamos:



A)    Transformaram nossa condição de associados, que é o mesmo que sócios, em meros assistidos.  Segundo o Aurélio, assistidos é o mesmo que socorridos.  Socorridos coisa nenhuma, nós somos os legítimos e verdadeiros donos da PREVI.

B)     Em eventos como este, gostaríamos, isto sim, na qualidade de sócios, não apenas engolir de goela abaixo, a apresentação de uma peça pronta e acabada, quase sempre ricamente encadernada e cheia de gráficos bem elaborados, porém discutir esses balanços, ainda na forma de rascunho, quando poderíamos questioná-los, pedir esclarecimentos e apresentar sugestões, para posteriormente serem fechados e publicados;  será que agora não estamos fazendo apenas o papel de inocentes úteis, permitindo que saiam por aí apregoando, para Deus e o mundo de que os sócios da PREVI tomaram prévio conhecimento daquilo que poderíamos qualificar como malfeito?;

C)    Permitiram, ao arrepio da lei, que uma simples resolução alterasse sua legitimidade, dando uma de João Sem Braço;

D)    Esqueceram que os estatutos de uma sociedade, é uma lei orgânica que expressa formalmente os princípios que remem a mesma, razão pela qual, não podendo, nem mesmo o rei, macular esta assertiva.  Corre a boca pequena, que o tal Teto de Benefícios, pode ser elevado a patamar comprometedor e danoso as finanças do nosso fundo de pensão, estendendo também estas benesses aos dirigentes da PREVI, que podem se acovardar e fingir que estão com os olhos fechados, diante de tamanha anomalia;

E)     Permitiram que conselheiros, que têm a função pura e tão somente de aconselhar, referendassem, a mando de quem quer que seja, dispensa do pagamento de mensalidades, tanto do chamado patrocinador, quanto do pessoal da ativa, uma vez que as mesmas se destinariam à formação de um fundo de reserva para ser utilizado quando das futuras aposentadorias, evitando assim subtrair dos recursos suadamente pagos pelos colegas que o fizeram ao longo de muitos e muitos anos.  Quem executa um comando errado, se responsabiliza pelas conseqüências, tanto civil, com criminalmente, correndo às suas expensas, os gastos com o processo.  Quem pariu Mateus que o embale.



2 – Temos bem presente de que esses desmandos se passaram diante dos nossos olhos, sem que saíssemos da letargia, alimentando o saudosismo em pensar que o compreensivo empregador de outrora, seja o mesmo ganancioso de agora;  b) – Que boa parte, se não a totalidade dos dirigentes da PREVI, escolhidos por nós através do voto, se deixaram picar pela mosca azul do poder, preferindo se ombrear com os escolhidos do rei, em detrimento dos legítimos e sadios interesses de seus eleitores, sempre esbanjando boa fé.  Eleições vêm aí, quando poderemos corrigir falhas do passado e alterar fumos para o futuro.



3 – Já estão apregoando aos quatro cantos, de que quem decide as eleições da PREVI, são os colegas da ativa, que quase sempre votam sob pressão, chegando próximo a assédio moral, pois com renitência fica estampada na tela do computador de trabalho de cada qual, a expressão “Você ainda não votou”.  Irritados, mas não subjugados, os pobres coitados dos funcionários, que até para se verem livres da infernização, devem ter engrossado o caldo da coluna dos 18 mil insatisfeitos da última eleição, que votaram em branco ou anularam o voto.  Não perdem por esperar, pois quem ainda está vivo, não está morto.



4 – Na oportunidade queremos agradecer à empresa que nos brindou com este excelente desjejum, com quitutes tão deliciosos, que não temos por hábito saboreá-los com frequência, mas deixando claro que fomos nós aqui presentes, verdadeiros donos da PREVI, que patrocinamos o evento, encarregando os nossos administradores de fazê-lo.



5 – Tudo isto considerado, me sinto no direito de meu ausentar do ambiente, deixando os nossos administradores, inteiramente à vontade, para venderem o seu peixe, da forma melhor que lhes aprouver.  Obrigado.

Salvador (B), 19/03/2014.




Prezada Leopoldina,

Como no seu Blog há apenas menção ao fato feita pelo Ebenezer, resolvi retransmitir- lhe a mensagem na forma recebida.

Receba o meu cordial abraço.


Valentim.




"
From: Ivo Ritzmann
Sent: Wednesday, March 19, 2014 3:16 PM
Cc: Jose Maria Toledo ; carlos valentim
Subject: ENC: O QUE ME ORGULHECE SER BAIANO

Repassando como  recebido

Abraços

Ivo

De:IvoRitzmann, marcoacfigueiredo@terra.com.br [mailto:marcoacfigueiredo@terra.com.br]
Enviada em: quarta-feira, 19 de março de 2014 15:07
Assunto: O QUE ME ORGULHECE SER BAIANO


 Cenário  Centro de Convenções de um hotel 05 estrelas
 Data  19 de março de 2014 (dia do Padroeiro dos lavradores)
 Evento  Apresentação do Relatório de Resultados da PREVI ano 2013


 Cerca de 160 pessoas presentes. O habitual café da manhã servido: a alegria de 320 reencontros e finalmente a convocação para o início dos trabalhos. A apresentadora nomeia  "autoridades" presentes e após fala do Superintendente Regional é convocado o sr. Diretor da Previ que, ao se apresentar e formular a sequência dos trabalhos é aparteado por um dos presentes "... mas antes, quero que me seja reconhecido o direito de dirigir algumas palavras...". Tratava-se do funci aposentado, que, apesar de conhecido de todos os presentes, fez questão da  identificação "....Sou Jose Bezerra Rodrigues, matrícula... e do alto dos meus 20.860 dias de associado à Previ (associado=sócio - enfatizou), quero recusar a pecha com que me identificam agora "assistido" - segundo Aurélio carente beneficiário de alguma assistência -.
Nesse tom fez sua peroração que, por repercutir o sentimento de cada um de nós foi interrompida e aclamada a cada
dez frases. Derramou-se em criticar a forma dessas apresentações que simplesmente  se resumia em oferecer um produto "acabado" em "invólucro de  rica encadernação que continham gráficos e números elaborados com esmero" e não dava oportunidade a que os "donos do negócio" (palavras suas) opinassem ou sugerissem aspectos e políticas antes da sua formalização final. Não deixou em branco o descompromisso dos diretores, mesmo os eleitos por nós, para com os efetivos anseios do corpo social. Ironizou que o prodigioso "patrocinador" estaria agora travestido em "usurpador". Registre-se que o orador é ex-superintendente regional e ocupou uma diretoria do Banco. Mas o que, realmente, brilhou como corolário foi a apoteótico final. Em suas derradeiras palavras despediu-se dizendo que se permitia retirar-se do ambiente para que sua presença não corroborasse a informação oficial de que o relatório foi apresentado e aprovado pelos presentes. Sob APLAUSOS, retirou-se da sala e, acompanhando-o RETIRARAM-SE TODOS OS PRESENTES.



 


16 comentários:

  1. Caro Ebenezer,

    A reação dos colegas de Salvador mostra que o tão falado comodismo dos companheiros está acabando.
    Oxalá se repita em todos os cantos.

    Divulguem, pois quem sabe serve de exemplo.

    Att
    Isa Musa

    ResponderExcluir
  2. Colegas,

    Um exemplo a ser seguido. Se todos os Estados fizerem o mesmo, além da resposta muito bem merecida a esta trupe do mal, ainda impedirá que os mesmos continuem "fazendo campanha" às nossas custas.

    Estão de parabéns os colegas da Bahia.

    Leopoldina Corrêa

    ResponderExcluir
  3. Marreiro escreveu:

    É verdade! Parabenizo o colega Bezerra pela invejável e corajosa iniciativa, assim como a todos aqueles que o seguiram, numa prova inconteste de apoio a sua atitude, ao seu sentimento e as suas verdadeiras palavras, atitude esta que alguns de nós não têm oportunidade de tomar, enquanto muitos não têm coragem de fazer.
    Apenas por curiosidade: será que existe algum candidato aí que tenha coragem de fazer a mesma coisa, ou pelo menos parecida, na próxima apresentação?

    Grande abraço,
    Marreiro

    ResponderExcluir
  4. Tem vídeo gravado ?
    Precisamos divulgar a fala do Ex-Superintendente e ex-Diretor do BB, agora associado e dono do Plano 1 da PREVI. E a reação do público ? abandonando o recinto. Genial !!! Parabéns José Bezerra Rodrigues
    Tem o nosso apoio todos os colegas da Bahia

    ResponderExcluir
  5. Parabéns ao Colega José Bezerra Rodrigues!Você me representa.Estou com a alma lavada.Isto deveria ser feito em todas as apresentações.
    Parabéns também aos nossos colegas da Bahia.A PREVI É NOSSA!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Luiz Faraco escreveu:

    Prezada colega Leopoldina,

    Entendo sua felicidade e em parte compartilho dela.

    E qual a razão de dizer em parte? É porque os vendidos continuam lá comandando a nossa nau.

    O colega Bezerra esta de parabéns, pois suas palavras honraram todo o contingente de aposentados e pensionistas da PREVI.

    Disse direto na cara da diretoria que nos, associados -- e não "assistidos" (aplausos por isto), é que somos os verdadeiros donos da PREVI.

    Acredito que a saída do colega Bezerra acompanhado pela maioria dos colegas teria sido apoteótica.

    Obrigado por compartilhar a notícia de primeira mão.

    Cordialmente,
    Luiz Faraco

    ResponderExcluir
  7. flavio-Juiz de Fora-MG19 de março de 2014 18:48

    Parabéns, José Bezerra! Falou por todos.Se tivéssemos alguém como você em cada Capital, a coisa ia ser bem diferente.



    ResponderExcluir
  8. É pessoal, o exemplo foi dado. O caminho é esse, só nos resta segui-lo.
    Aécio Moura.

    ResponderExcluir
  9. HELENO PINTO NOBRE - MATRIC. 3984740-319 de março de 2014 19:40

    PARABÉNS AO COLEGA JOSÉ BEZERRA RODRIGUES . E MUITO OBRIGADO POR SE FAZER PRESENTE E DEMONSTRAR A NOSSA INSATISFAÇÃO . ATÉ FOI ELEGANTE E EDUCADO DEMAIS . DEVERIA TER DECIDO O CACETE NESTES DEBOCHADOS . EU NEM PODERIA ESTAR PRESENTE EU NÃO ME CONTERIA . DIGO REALMENTE . SÃO UNS VERMES E FICARAM MAIS OU MENOS AINDA UMA DÚZIA OU ATÉ DUAS DEZENAS E JÁ FOI MUITO PARA OUVIR "ABOBRINHAS" . DUVIDO ; MAS TOMARA QUE ; REPERCUTA NO BANANÃO INTEIRO ESTE PROCEDER . D EMONSTRANDO QUE NÃO ESTAMOS PARA BRINCADEIRA . ISTO SEMPRE FOI UM VERDADEIRO CIRCO ; ONDE SE PÕE UM MONTE DE DINHEIRO NOSSO TOTALMENTE FORA . PARABENS A TODOS QUE COMPARECERAM E SE RETIRARAM APÓS A DECLARAÇÃO DO COLEGA : JOSÉ BEZERRA RODRIGUES . MUITA SAÚDE PREZADO COLEGA E MUITO OBRIGADO POR TUA BRAVA DISCERTAÇÃO. EU COMO GAÚCHO FICO PENHORADAMENTE AGRADECIDO POR ESTA DEMONSTRAÇÃO DE INSATISFAÇÃO ; PARA COM ESTES VERMES SUPOSTAMENTE " ADMINISTRADORES " DO QUE NÃO É DELES . CRÁPULAS .!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Hoje recebi a revista previ, da NOJO, fiquei revoltada com tantas mentiras.
    Mas lavei a alma com a noticia do que fez o colega JOSE BEZERRA RODRIGUES.
    Parabéns a você e a todos que se retiraram.
    Hoje vou dormir bem melhor, sem Rivotril.
    Obrigada meu DEUS !!!!!

    ResponderExcluir
  11. José Bezerra Rodrigues

    Meus sinceros parabéns. Tive 03 alegrias profissionalmente em minha vida: O primeiro dia de trabalho, o dia que sai do mesmo e ter minha alma lavada do intervalo deste tempo, ao ler o que voce fez em Salvador. Muito obrigado pela minha alma lavada dos espinhos atravessados!
    Celso

    ResponderExcluir
  12. Amigos do Brasil!! É hora de seguirmos o exemplo. Não podemos perder a oportunidade de manifestar a indignação que nos corroe.

    Raimundo - Londrina PR

    ResponderExcluir
  13. OBRIGADO BEZERRA. Fiquei emocionado com a sua atitude e seguidores que se retiraram
    Apoio a sugestão veiculada em outro blog, para que nas próximas reuniões, tenham atitude idêntica.
    Caso não permitam a fala de alguém, que todos se retirem....
    Luiz

    ResponderExcluir
  14. Parabéns ao grande colega ZÉ BEZERRA e a turma da Bahia. Tomara que os aposentados do Rio Grande do Sul e das demais capitais sigam seu exemplo.. As maldades dessa turma, previ, banco do brasil, governo e os José Pimentéis da vida, já passaram dos limites da maldade.

    ResponderExcluir
  15. D. Leopoldina,
    Permita-me registrar aqui também meus cumprimentos ao BRAVO JOSE BEZERRA por ter deixado os diretores pau-mandados da Previ falando sozinhos. Seria possível jogar o vídeo nas redes sociais?
    Ainda há muitas capitais a serem visitadas por esses crápulas. Resta-nos torcer para que outros JOSÉ BEZERRA se manifestem nesses encontros hipócritas, para deixar novamente esses bandidos falando para eles próprios.

    Muito obrigado.

    ResponderExcluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI