12 março, 2014

O (STF) decidiu que a União deve indenizar a extinta companhia aérea Varig pelo congelamento de tarifas durante o Plano Cruzado, entre 1980 e 1990

A decisão, acompanhada pelo senador Alvaro Dias no plenário do STF,  beneficia os aposentados do Fundo Aerus, que reúne ex-funcionários e aposentados pela Varig. Alvaro Dias participou de reuniões com representantes do Aerus e  fez, nos últimos anos, vários apelos no plenário do Senado para que fosse encontrada uma solução que beneficiasse os aposentados. 


Leia mais:

 Aposentados do Aerus vencem no Supremo Tribunal Federal


 

 

2 comentários:

  1. Pelo que acompanhei hoje na sessão plenária do STF, a vitória foi única e exclusivamente da VARIG. Foi salientado que não abrangia o AERUS e que qualquer indenização recebida pela aérea seria destinada prioritariamente para o pagamento do passivo trabalhista que, nestas alturas, não deve ser nada irrisório. Existe, na verdade, vinculação do AERUS no processo que corre sobre a VARIG na Vara de Falências do RJ. Mas o caminho até lá parece-me infelizmente muito longo para muito dos aposentados e pensionistas do AERUS. Torço para que esteja errado em minha dedução.

    Luiz Faraco - Florianópolis - SC

    ResponderExcluir
  2. Que essa decisão sirva da paradigma aos acionistas da PETROBRAS, inclusive à PREVI, que estão amargando prejuízos bilionários em decorrência da mesma política intervencionista do atual governo.

    ResponderExcluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI