15 dezembro, 2013

Fala de Leopoldina Corrêa - Representante da Comissão Organizadora da Novembrada




Muitos acreditam, inclusive eu, que o dia 25/11/2013, seja uma data das mais memorável em nossa história de luta. Talvez um divisor de águas, o antes e depois da Novembrada.

Ainda assim, eu quero sonhar que esta manifestação tenha sido apenas um ensaio, e, que, devamos nos unir para reunirmo-nos e organizarmos um encontro muito maior na Capital Federal. Com isso, mostrar que não estamos mais dispostos a ficar expostos a tanta exploração.

Nós e somente nós, levamos mais de um século para construirmos nosso próprio Fundo de Pensão - a PREVI, um considerável patrimônio cobiçado e utilizado pelo Governo à seu bel prazer.

Chegou a hora de nos rebelarmos contra a forma de como nosso Fundo de Pensão é administrado.


Não podemos mais admitir que nosso Fundo de Pensão seja utilizado para locupletar os apaniguados do Governo e, em assim sendo, usados contra nós, que pagamos a conta dos altíssimos salários dos estatutários em absurda disparidade com nossos benefícios.

Queremos ter voz. Queremos que se cumpra  o que reza a Lei Complentar Nº 109, de 29 de maio 2001, que MANDA reverter os superávits em melhorias dos nossos benefícios. Que, aliás, se o superávit tivessem sido pago em uma única parcela, não estaríamos apreensivos com a falta de responsabilidade e de recurso da PREVI para honrar seu acordo firmado em nosso favor, lá em 2010.

A Novembrada, foi um sucesso, por isso desagradou muita gente. Partindo de uma Associação como a ANAPLAB que não tem nem um ano de vida e já mostra a que veio e com isso gerando ciúmes daqueles que, não tiveram esta ideia ou não obtiveram o mesmo êxito, por outros tentado antes e após a nossa Novembrada.

Além dos ciúmes, houve os aproveitadores que tentaram se infiltrar para nos tirar do foco principal e desviarem, diliberadamente para si, todo um esmerado trabalho de organização que culminaria em sermos meros instrumentos para suas campanhas eleitoreiras.

E por falar em eleições, quero deixar claro muito que NÃO SOU CANDIDATA a nada. Aqueles que se julgam meus concorrentes, que durmam em paz.

Eu tive o privilégio de nascer num lugar que reúne em seu bojo riquezas naturais das mais expressivas do mundo: Alter do Chão, o encontro das águas dos Rios Tapajós com as águas do Rio Amazonas e  o maior Aquífero do Mundo - Alter do Chão. Nada mais justo do que escolher para VIVER um lugar igualmente compensador: Fortaleza (CE), de onde não cogito sair até que se findem os dias que faltam para compor minha eternidade.

No entanto, o fato de não ser candidata não me exime, não me exclui e nem impede de lutar em prol do nosso Fundo de Pensão. Trabalhando sempre na divulgação para os meus iguais e conscientizando-os  das melhores opções de voto. Isso jamais alguém poderá me impedir de fazer.

Apesar de inúmeros e respeitáveis apoios ao meu trabalho, sempre no combate às nossas agruras, estou sendo alvo de críticas, de uma  pessoa, cujo nome, prefiro nem comentar, a qual está recebendo benefício acima do teto determinado pela PREVIC, contra tais benesses estamos lutando, posto que, os benefícios acima do teto são uma ameaça à manutenção do nosso Plano de Benefícios.

Será que alguém poderia me explicar por que Célia Laríchia fazia parte da mesa composta pela Diretoria da Previ na recepção da Comissão dos Representantes da Novembrada? 


Nem foi aclamada ainda na Presidência da AAFBB e já está se articulando para pegar uma das vagas de Diretoria da PREVI no próximo pleito?

De resto, quero deixar um recado aos críticos de plantão: podem criticar à vontade. Eu não preciso pedir as bênçãos e nem o apoio de ninguém para sair em busca dos meus direitos. Quem quiser se omitir que se omita, não são suas críticas que vão me intimidar.

Leopoldina Corrêa 

7 comentários:

  1. Roberto Martines 8670089-815 de dezembro de 2013 17:17

    Eu estou com voce e com os demais colegas no protesto em Brasilia, lá nos vamos conseguir mostrar a situação da PREVI e mudar para melhor só não podemos ter preguiça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro, agora você disse tudo! Só precisamos de CORAGEM, motivo e razão nos temos de sobra. Não podemos é nos deixar vencer pela preguiça.

      Excluir
  2. Meu apoio sempre! VAMOS À LUTA!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Audaz guerreira. Que sua voz, unida à dos demais líderes, repercuta em todos os rincões deste nosso amado Brasil e motive todos os aposentados e pensionistas na busca de soluções e ações para vencer a incompreensão que se apossou dos dirigentes do patrocinador de nosso fundo de pensão. Não quero ser derrotista, mas já penso que somente através do judiciário é que iremos conseguir algo de concreto em nosso favor como, por exemplo, derrubar a malfadada Res. 26.

    Luiz Faraco

    ResponderExcluir
  5. Talvez a Célia Laríchia tenha participado por ser titular do conselho deliberativo da Previ (eleita).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, menina. Muito bem lembrado, esses eleitos nos aplicam cada uma, não é? Pois eu seria capaz de apostar qualquer coisa como ela não teria coragem de aparecer e participar de uma reunião desta assim como se nada tivesse acontecido. O escândalo que foi, sabermos de todas àquelas IRREGULARIDADES das Eleições da AAFBB é no mínimo: TRISTE!

      A ACLAMAÇÃO de Célia Laríchia na Presidência da AAFBB, não é só uma afronta aos associados, é uma vergonha.

      Excluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI