11 março, 2015

Vídeo anti-Dilma recicla propaganda de Aécio

Imagens da campanha do senador Aécio Neves (PSDB-MG) à Presidência no ano passado ilustram vídeos com chamados às manifestações do próximo dia 15 pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff. Colaboradores da área de propaganda do tucano constam entre os difusores do material.

Os vídeos, com imagens em alta resolução e música gravada em estúdio, estão sendo divulgados tanto em páginas de grupos que organizam o ato anti-Dilma, como no WhatsApp.

O Vem Pra Rua, por exemplo, divulgou uma peça cuja abertura toda é feita com imagens da propaganda tucana. Representante do grupo, Rogerio Chequer disse que eles apenas republicaram o material, não o produziram. "Recebemos muita coisa e, quando concordamos, publicamos. Mas não tem a assinatura, não foi feita por nós."

Homenagem aos caminhoneiros


Aécio não aparece nesses vídeos. As imagens mostram cenas de um Brasil pacato, como um senhor colocando frutas em um caminhão e um pescador lançando sua rede no rio. Em 2014, essas cenas emolduraram jingles na TV. 

Alguns difusores célebres desse material no WhatsApp colaboraram com Aécio. Zuza Nacif, por exemplo, que coordenou a campanha nas redes sociais, é um dos que distribuiu filmes pelo aplicativo. Ainda hoje ele faz trabalhos para o PSDB. 

Procurado, disse que não produziu nenhum vídeo. "Não tenho nem estrutura para isso", afirmou. Ele, no entanto, repassa materiais que considera interessantes para uma lista pessoal. "Se fossem meus, assumiria sorrindo, como cidadão. Todos têm direito de se manifestar." 

A qualidade e a capilaridade das peças chamaram a atenção do PT, que fez um levantamento sobre as campanhas "fora Dilma". Aliados da presidente dizem ter indícios de que grupos econômicos estão, em segredo, ajudando, com recursos e com robôs, a amplificar essas ações na internet. 

Nos últimos três meses, por exemplo, afirmam que o Revoltados Online (outro organizador do ato do dia 15) teve a interação de 16 milhões de pessoas. Páginas governistas, apenas 3 milhões. 

Procurada, a assessoria do PSDB disse que não cedeu imagens e não colabora institucionalmente com as manifestações. "Os programas de TV estão na internet e qualquer um pode acessar". 

Em nota, Aécio disse que o ato do dia 15 é "um movimento da sociedade". "Não do PSDB ou de outros partidos. É um movimento legítimo (...) e não faremos de conta que ele não existe", afirmou. 

"Acredito que militantes, simpatizantes e lideranças do PSDB, como de outras siglas, também irão para as ruas, como cidadãos, participar do ato que, esperamos, ocorra nos limites da lei e da democracia", concluiu. 

FOLHA


Se alguém ainda tinha alguma dúvida  dessa manifestação, por mais que se negue a acreditar: não vai conseguir. Ela vai acontecer e será um sucesso!!! Vamos pra rua!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI