12 março, 2015

Presidente da CUT conclama bancários a defender Dilma

O presidente da CUT, Vagner Freitas, participou nesta quarta-feira (11) da reunião do Sindicato dos Bancários em São Paulo. Na reunião, ele defendeu o governo da presidente Dilma Rousseff. No discurso, ele disse que "é preciso dar uma resposta" ao que chamou de golpismo. 

Ele afirmou que a "eleição acabou. A disputa acabou". Sua fala se alinha ao que Dilma afirmou na segunda-feira (9), quando defendeu que 'terceiro turno' não é motivo para impeachment

"O governo vai sair quando acabar seu mandato. Não golpismo. Não golpismo", repetiu. 

Freitas disse à Folha que teme confrontos na sexta-feira durante ato organizado pela central. "Tenho certeza que revoltados vão querer armar confusão", afirmou.



Um comentário:

  1. HELENO PINTO NOBRE12 de março de 2015 08:33

    ESTE SUPOSTO PRESIDENTE DA TAL DA CUT ; VAGNER FREITAS ( NEM CONHEÇO E NEM QUERO NEM CONHECER ) É UM TREMENDO CARA-DE-PAU .

    E DEVE ESTAR MAMANDO NAS TETAS DA PATRIA AMADA MÃE GENTIL .
    PARA INCENTIVAR AOS BANCÁRIOS A DEFENDER A JUMANTA. ???

    OLHEM BEM DEFENDER A JUMANTA .!!!!
    INACREDITÁVEL .!!!

    É UM TREMENDO DEBOCHADO OU UM DEBOCHADOR . !!!!

    QUE VERGONHA E TREMENDO CARA DE PAU .;!!!
    COMO TEM CORAGEM ????.!!!

    ResponderExcluir

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI