08 março, 2015

Lula avisa CUT de que não participará de ato pela Petrobras


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva avisou a sindicalistas que não participará de ato programado para o dia 13 em favor da Petrobras. 

Lula se reuniu nesta terça-feira (3) com os organizadores da manifestação, incluindo representantes da CUT, do MST e da UNE. 

Segundo participantes, Lula afirmou que não poderia participar de um ato contra medidas do ajuste fiscal adotadas pela presidente Dilma Rousseff. Embora a agenda seja em defesa da Petrobras, o protesto também tem como objetivo "lutar contra medidas de ajuste fiscal que prejudicam a classe trabalhadora". 

"As MPs 664 e 665, que restringem o acesso ao seguro desemprego, ao abono salarial, pensão por morte e auxílio-doença, são ataques a direitos duramente conquistados pela classe trabalhadora", diz o manifesto de convocação para o ato. 

Aliados do ex-presidente chegaram a defender que a mobilização fosse adiada para evitar comparações com o público do protesto convocado para dois dias depois, 15 de março, em favor do impeachment de Dilma. 

Além de temer comparação com o ato contra Dilma, interlocutores de Lula alegam que, por incluir na pauta ataques a medidas governamentais, o ato da CUT engrossará a agenda de manifestações contra Dilma. 

Lula nega, por sua assessoria, que tenha sugerido o adiamento do ato.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI