10 fevereiro, 2015

     POR ABDIAN E PELA AFABB TUPÃ


Dirijo-me a você, colega de Tupã e Região, com afeto e profunda esperança.

Em meio a angústia dos últimos tempos, quando a CASSI enfrenta mais uma de suas crises, em tempos difíceis onde assistimos um jovem ex-presidente do BB aposentar-se da “Casa” saindo com uma aposentadoria, à custa da PREVI, em torno de R$ 62.400,00 graças a norma que ele mesmo criou em sua gestão no BB, recebemos a notícia de que a AFABB TUPÃ está a fechar suas portas, pois a atual Diretoria, capitaneada pelo guerreiro Roberto Abdian, não encontra, dentre seus associados, quem a queira substituir na condução da entidade.

    Sabemos das agruras que encontra todo aquele que se lança na jornada de conduzir uma Associação de Aposentados. Sem remuneração, com poucos sócios, dirigentes muitas vezes custeiam a associação com seus próprios recursos. Graças à boa vontade de alguns gerentes do BB no interior, algumas associações conseguem uma sala na agência para ali instalar sua Sede e convivem com condições mínimas: um computador, um telefone, mas com muita disposição, muito devotamento. E ainda temos de ler/ouvir por ai que “dirigentes se perpetuam nas associações”, “dirigentes não largam o osso”, “associações com redutos de sinecuras, desvios”, etc. Os críticos são muitos. Poucos são os que tomam para si a tarefa de ombrear com quem resiste e luta.

    Assistir uma Associação de brio como a AFABB TUPÃ encerrar suas atividades é uma derrota fragorosa para todos aposentados e pensionistas do BB. É o ruir da nossa mais antiga convicção: a de que somos um corpo, somos um exército invencível, pois embora percamos tantas batalhas, jamais esmorecemos.

    Assim é que apelo aos colegas amigos de Tupã e Região, para que não abandonem a AFABB TUPÃ exatamente quando mais precisamos de união e de trabalho devotado. Rogo aos companheiros de Marília, Lins, Assis, cidades adjacentes a Tupã que reflitam, compreendam a importância de uma entidade como a AFABB TUPÃ e cerrem fileiras ao lado de Roberto Abdian. 

    Conclamo a todos os colegas que, tomando conhecimento desse meu apelo, converse com seus amigos, conhecidos aposentados e pensionistas do BB em Tupã e Região, para que não deixem morrer a nossa AFABB TUPÃ.

Deixo aqui uma mensagem para reflexão:
Precisa-se

“De pessoas que tenham os pés na terra e a cabeça nas estrelas.

Capazes de sonhar, sem medo de seus sonhos.
Tão idealistas que transformem seus sonhos em metas.

Pessoas tão práticas que sejam capazes de tornar suas metas em realidade.

Pessoas determinadas que nunca abram mão de construir seus destinos e arquitetar suas vidas.

Que tornem seu trabalho objeto de prazer e uma porção substancial de realização pessoal.

Que percebam, na visão e na missão de suas associações, um forte impulso para sua própria motivação.

Pessoas com dignidade, que se conduzam com coerência em seus discursos, seus atos, suas crenças e seus valores.

Precisa-se de pessoas que questionem, não pela simples contestação, mas pela necessidade íntima de só aplicar as melhores idéias.

Pessoas que mostrem sua face serena de parceiros legais, sem se mostrar superiores nem inferiores, mas... Iguais.

Precisa-se de pessoas ávidas por aprender e que se orgulhem de absorver o novo.

Pessoas de coragem para abrir caminhos, enfrentar desafios, criar soluções, correr riscos calculados sem medo de errar.

Precisa-se de pessoas que construam equipes e se integrem nelas.

Que não tomem para si o poder, mas saibam compartilhá-lo.

Pessoas que não se empolguem com o seu próprio brilho, mas com o brilho do resultado alcançado em conjunto.

Precisa-se de pessoas que enxerguem as árvores, mas também prestem atenção na magia da floresta – que tenham a percepção do todo e da parte.

Seres humanos justos, que inspirem confiança e demonstrem confiança nos parceiros, estimulando-os, energizando-os, sem receio que lhe façam sombra e sim se orgulhando deles.

Precisa-se de pessoas que criem em torno de si um ambiente de entusiasmo, de liberdade, de responsabilidade, de determinação, de respeito e de amizade.

Precisa-se de seres racionais. Tão racionais que compreendam que sua realização pessoal está atrelada à vazão de suas emoções.

É na emoção que encontramos a razão de viver. 

Precisa-se de Gente!”


Abraços
Isa Musa de Noronha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O blog Olhar de Coruja apoia AMIR SANTOS - No 5 - candidato a DIRETOR DE PLANEJAMENTO NA PREVI